DSOP Educação Financeira Qual é melhor forma de pagar o IPVA, à vista ou a prazo? Artigos

Início de ano é sempre um período de muitos gastos, como a cobrança do IPVA (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores), que começa em janeiro em boa parte do país. O valor cobrado depende de algumas variáveis, pois é calculado a partir de uma porcentagem do valor de tabela do veículo.

O desconto para o pagamento à vista varia de estado para estado, o que faz com que essa seja uma ótima opção de pagamento. Essa é umas das muitas despesas que deveriam ser programada com antecedência, já que é certeza de que ela irá ocorrer todos os anos. Isso proporcionaria não só o pagamento em cota única, como também não comprometeria o orçamento familiar.

O planejamento é justamente um dos princípios básicos da educação financeira, ou seja, primeiro se poupa, depois se gasta. Contudo, infelizmente, a maioria das pessoas espera que a conta chegue para então ver como irá honrar o compromisso.

Fato é que, para quem não pensou nisso antes, está um pouco em cima da hora, porém, antes tarde do que nunca, esse pode ser um alerta para que, já no ano que vem, não repita o erro. Isto é, se programe para que os compromissos financeiros não se tornem um problema.

Falando então especificamente do IPVA, uma dúvida muito comum é em relação à forma de pagamento: é melhor à vista ou a prazo? Antes de ter essa resposta, é preciso saber em que situação financeira a pessoa se encontra: endividada, equilibrada financeiramente ou investidora. Se for a primeira ou segunda opção, já se sabe que não conseguirá realizar o pagamento à vista, sobrando o caminho do parcelamento.

É importante lembrar que se deve evitar ao máximo recorrer a empréstimos, limites do cheque especial ou qualquer outra maneira de endividamento, evitando que a situação se torne uma bola de neve devido aos juros altíssimos cobrados.

Agora, caso a situação financeira esteja mais confortável, sendo investidor, recomendo, sem dúvida nenhuma, que o pagamento seja feito à vista, já que obterá 3% de desconto no IPVA, em média. Mas é importante ficar atento aos compromissos futuros; muitas pessoas se deixam levar pelo bom desconto e acabam esquecendo que haverá outras contas a serem pagas naquele mesmo mês ou nos próximos. De que adianta pagar à vista e conseguir desconto em uma despesa e não ter dinheiro suficiente para quitar as outras?

Isso nos leva a outro importante aspecto da educação financeira: ter reserva financeira. Isso evita problemas como esse e nos deixa mais seguros, em caso de imprevistos. Enfim, com planejamento, é possível terminar e começar o ano com segurança de uma vida financeira saudável e muitas realizações.

DSOP Educação Financeira Qual é melhor forma de pagar o IPVA, à vista ou a prazo? Artigos   DSOP Educação Financeira Qual é melhor forma de pagar o IPVA, à vista ou a prazo? Artigos
Reinaldo Domingos

Reinaldo Domingos é doutor em Educação Financeira, escritor, educador e terapeuta financeiro. Presidente da DSOP Educação Financeira e da Editora DSOP, publicou o best-seller Terapia Financeira e os livros Livre-se das Dívidas, Mesada Não É Só Dinheiro, Ter Dinheiro Não Tem Segredo, Eu mereço ter dinheiro!, Papo Empreendedor, Sabedoria Financeira e a série O Menino do Dinheiro – Sonhos de Família, Vai à Escola, Ação Entre Amigos, Num Mundo Sustentável e Pequeno Cidadão, O Menino e o Dinheiro, O Menino, o Dinheiro e os Três Cofrinhos, O Menino, o Dinheiro e a Formigarra.

DEIXE SEU E - MAIL E RECEBA CONTEÚDOS EXCLUSIVOS