Educação
Tendência

A importância da mulher no mercado de trabalho

Não há dúvidas de que, nos últimos anos, elas têm estado cada vez mais presentes em diversos setores. Este fenômeno tem sido visto tanto em países desenvolvidos como em desenvolvimento, como é o nosso caso. Agora vamos entender qual a real importância da mulher no mercado de trabalho.

Por | Andréia Lima 

A presença da mulher no mercado de trabalho está cada dia mais forte e a tendência é só aumentar. 

Se antes eram confiados a elas somente cargos domésticos ou de cuidados, hoje as coisas são bem diferentes. 

As mulheres estão presentes em praticamente todos os setores do mercado e ocupam cada vez mais posições de liderança, provando que lugar de mulher é onde ela quiser. 

Entretanto, é importante ressaltarmos que a inserção da mulher no mercado de trabalho vem sendo acompanhada de muitos desafios ao longo de todos esses anos.

Sobretudo pelo elevado grau de discriminação, pois mesmo exercendo a mesma função que os homens, o seu salário é geralmente inferior. 

Mesmo em número maior entre as pessoas com ensino superior completo, as mulheres ainda enfrentam desigualdade no mercado de trabalho em relação aos homens. 

Essa desigualdade é comprovada no estudo Estatísticas de gênero: Indicadores sociais das mulheres no Brasil, divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE).

Segundo dados divulgados neste mês, o público feminino ganhou 77,7% do salário dos homens em 2019. 

A diferença se acentua ainda mais em comparação com cargos de direção e gerência, no qual as mulheres ganharam apenas 61,9% do rendimento dos homens. 

A desigualdade salarial nos cargos de liderança é registrada em todo o país. Apenas 34,7% dos cargos gerenciais estão ocupados pelo sexo feminino, conforme apurou o IBGE.

O importante papel da mulher no mercado de trabalho

Para iniciar esse assunto vale ressaltar que igualdade de gênero no mercado de trabalho poderia trazer crescimento trilionário para a economia mundial, elevando PIB de países como a Índia e Estados Unidos.

O crescimento econômico global poderia receber um impulso de 20 trilhões de dólares se as mulheres tivessem o mesmo nível de educação que os homens, além do mesmo número de empregos, de acordo com um novo estudo.

Assim como mudanças na política que resultam em mais mulheres entrando no mercado de trabalho, como aquelas que reforçam o acesso feminino ao ensino médio, creches e arranjos de trabalhos flexíveis.

Ações como essas têm o potencial de fomentar o crescimento global nas próximas três décadas, de acordo com economistas da Bloomberg Adriana Dupita, Abhishek Gupta e Tom Orlik. O relatório examina 36 economias desenvolvidas e emergentes.

O estudo é a comprovação mais recente que ressalta que o fim da desigualdade de gênero no mercado de trabalho é crucial para a economia à medida que se recupera da pandemia. 

Globalmente, 58,4% das mulheres com idades entre 25 e 64 anos trabalham, em comparação com 92,1% dos homens, mostrou o estudo. 

Nos EUA, enquanto as mulheres ajudaram a impulsionar a maior economia do mundo após a última recessão, desta vez o país está ficando para trás – algo que está sendo chamado de a primeira recessão feminina do país segundo economistas.

Por trás desses dados, está uma questão com resposta lógica: um país só é capaz de se desenvolver se houver igualdade e justiça social.

Mas a importância da mulher no mercado de trabalho não se resume apenas a projeções futuras.

Além desses fatores, as mulheres dominam diversas competências que podem ser muito úteis para tornar as empresas mais produtivas e aumentar seus resultados.

As vantagens de se contratar mais mulheres

Além do aumento na contratação de mulheres ser imprescindível para o desenvolvimento econômico, elas também contribuem e muito para o sucesso das empresas. 

Sabemos que a jornada dupla feminina é uma realidade entre as brasileiras. Isso nos mostra, inclusive, que as mulheres têm a capacidade de equilibrar as tarefas nas duas áreas.

Afinal, cumprir horas de trabalho e cuidar da casa e dos filhos exige muito comprometimento e jogo de cintura.

Além dessas habilidades importantes, elas ainda são organizadas e focadas, o que contribui com a conquista de resultados. Outra característica muito presente nas mulheres é a resiliência. 

Elas lidam bem com os desafios no ambiente de trabalho e, dificilmente, fazem escolhas injustificadas.

Isso porque normalmente elas conseguem lidar bem com toda a pressão do momento e agir de maneira adequada.

E, mesmo quando erram, conseguem tirar lições importantes das experiências adquiridas. Algo fundamental para o sucesso das empresas.

Durante todo o mês de março, você conheceu um pouco mais sobre as mulheres ao longo da história do mundo e da enorme importância que elas exercem na nossa sociedade.

O fato é que as mulheres têm capacidade para fazer a diferença não só no mercado de trabalho como em toda a sociedade. E, mais do que isso, elas têm esse direito.

Gostou desse artigo? Quer saber mais sobre esse universo feminino e descobrir como ele pode ser poderoso? Então, clique aqui e conheça as mulheres mais poderosas e influentes da atualidade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo