Hoje é o Dia Mundial da Poupança, data criada com o intuito de mostrar a importância de se poupar. No Brasil, em especial, a população não foi educada financeiramente e, por isso, não possui o hábito de guardar dinheiro antes de adquirir um produto ou serviço, mas sim de comprar e depois pensar em como vai pagar.

O resultado desse comportamento já se vê nas atitudes consumistas das crianças e nos índices de endividamento e inadimplência entre os jovens. É preocupante, mas é possível mudar a situação, que, infelizmente, atinge diferentes faixas etárias e níveis sociais e culturais da sociedade.

Questionar-se sobre seus sonhos é o primeiro passo para começar a criar o costume de poupar. Sem objetivos pré-estabelecidos fica realmente muito difícil guardar dinheiro e, assim, cada vez menos as pessoas vão se sentir realizadas e conseguir viver de forma consciente e sustentável financeiramente.

As consequências disso são piores, pois os hábitos corretos com relação ao uso e à administração dos recursos financeiros não serão passados às gerações futuras, que, por sua vez, vão viver da mesma forma imediatista que a nossa. O problema vira uma bola de neve e as esperanças de uma vida melhor se tornam ínfimas.

Para as pessoas, então, que já se encontram em meio a dívidas, recomendo a leitura de minha obra Livre-se das Dívidas (Editora DSOP), na qual explico como sair dessa situação por meio da Metodologia DSOP. E é aí que se encaixa o assunto de poupar, afinal de contas, não há como quitar os débitos sem se planejar e guardar dinheiro para essa finalidade.

Aliás, outro assunto – que sempre falo em meus livros e artigos – que também se relaciona perfeitamente com o Dia Mundial da Poupança é os sonhos. Eles nos ajudam a ter força de vontade e persistência para poupar, pois sabemos que, no final das contas, vai valer a pena. E, assim, quem tiver dívidas, deve, claro, relacioná-las como um dos sonhos.

Entendido, então, que guardar dinheiro é importante, o próximo passo é entender, de uma vez por todas, que não se deve deixar para fazer isso no final do mês. Assim que receber, já separe os valores definidos para cada sonho, e, com o que sobrar, adeque o seu padrão de vida – e respeite-o sempre, pois, caso contrário, poderão haver novas dívidas.

Aproveitem a data de hoje para mudar o comportamento e veja quantas realizações você pode ter. Eduque-se financeiramente!

Reinaldo Domingos

Reinaldo Domingos é PhD. em Educação Financeira, escritor, educador e terapeuta financeiro. Presidente da DSOP Educação Financeira, da Editora DSOP e da Abefin, publicou o best-seller Terapia Financeira, o recém lançado Empreender Vitorioso com Sonhos e Lucro em Primeiro Lugar e os livros Livre-se das Dívidas, Mesada Não É Só Dinheiro, Ter Dinheiro Não Tem Segredo, Eu mereço ter dinheiro!, Papo Empreendedor, Sabedoria Financeira e a série O Menino do Dinheiro – Sonhos de Família, Vai à Escola, Ação Entre Amigos, Num Mundo Sustentável e Pequeno Cidadão, O Menino e o Dinheiro, O Menino, o Dinheiro e os Três Cofrinhos, O Menino, o Dinheiro e a Formigarra. Mais de 4,5 milhões de exemplares de suas obras já foram vendidas.