O mês em que se comemora o Dia Internacional da Mulher está chegando, então, resolvi postar aqui um teste de perfil financeiro voltado para o público feminino que desenvolvi. A quem você pode ser comparada: Ministra da Economia, Secretária da Fazenda ou Fugitiva do Banco Central?

Faça o teste e descubra!

1. Você possui controle de seus gastos e ganhos?
a) ( ) Registro todos os meus pequenos e grandes gastos e ganhos
b) ( ) Registro somente os grandes gastos e ganhos
c) ( ) Não registro meus gastos e ganhos

2. Você possui objetivos para gastar o dinheiro?
a) ( ) Sim, possuo sonhos de curto, médio e longo prazos e poupo de acordo com o prazo de cada um
b) ( ) Possuo sonhos e objetivos, mas não tenho prazo para realizá-los, nem direciono meus investimentos
c) ( ) Não tenho claramente meus objetos, normalmente, penso no hoje e gasto com o que tenho vontade

3. Você já realizou uma análise aprofundada de sua vida financeira?
a) ( ) Faço um diagnóstico uma vez por ano e registro o que ganho e o que gasto
b) ( ) Faço essa análise quando estou com o orçamento apertado
c) ( ) Não me preocupo com esta ação, tenho uma visão superficial de meus gastos e ganhos

4. Em relação ao consumo de roupas e acessórios:
a) ( ) Reflito sobre a real necessidade de comprar e também associo a compra, às reais condições de consumo e aproveito liquidações
b) ( ) Busco me conter mas não resisto a uma liquidação ou a uma peça linda na vitrine
c) ( ) Costumo comprar por impulso as roupas que acredito serem necessárias e que estão na moda

5. Qual sua relação de consumo com produtos, cosméticos e perfumes?
a) ( ) Defino bem os produtos que pretendo adquirir e pesquiso para comprar com a melhor relação custo/benefício
b) ( ) Tenho meus produtos preferidos e os reponho antes de acabar
c) ( ) Procuro ter a maior variedade de produtos possíveis e compro todos que acredito serem interessantes

6. Quando recebe seu salário e ganhos mensais você:
a) ( ) Guarda de 10% a 20% dos ganhos mensais para a realização dos sonhos
b) ( ) Guarda 10% de meus ganhos, mas ainda não sei como utilizar essa reserva
c) ( ) Não guardo dinheiro porque não consigo pagar todas as minhas despesas do mês

7. Quando vai ao Shopping, como você se comporta?
a) ( ) Vou ao shopping para passear e só compro o que está previsto em meu orçamento
b) ( ) Gosto de passear no shopping e quando gosto de algo eu compro
c) ( ) Vou mais de três vezes por semana e sempre compro o que me agrada

8. Como você costuma pagar suas compras?
a) ( ) Pesquiso o preço à vista do produto, peço desconto ou parcelo sem juros, sempre observando a disponibilidade do meu orçamento
b) ( ) Costumo usar cheque pré-datado, crediário e parcelamento no cartão, mas somente quando compro mais do que deveria
c) ( ) Sempre opto pelo parcelamento, crediário e pelo cheque pré-datado por conta do orçamento apertado

9. Onde você investe o seu dinheiro?
a) ( ) Invisto o meu dinheiro no mercado financeiro, com perfil conservador
b) ( ) Invisto em imóveis para alugar e para aumentar meu patrimônio
c) ( ) Nunca sobra dinheiro para investir

10. Se você ficasse desempregada, por quanto tempo você conseguiria manter seu padrão de vida?
a) ( ) Por 20 ou 30 anos
b) ( ) Por até 10 anos
c) ( ) Por menos de 1 ano
Peso das respostas:
a) 10
b) 05
c) 00
Você poderia ser:

1)De 70 a 100 pontos
Ministra da Economia (muito econômica) – Parabéns, você está no caminho certo! O hábito de poupar é o meio para se tornar uma pessoa sustentável financeiramente. É preciso proteger, poupar e guardar parte do dinheiro que passa por suas mãos, pois é por meio dele que você realizará seus sonhos e objetivos. Atrelar o dinheiro guardado a um sonho é o segredo para que ele se realize. Tenha sempre no mínimo três sonhos: de curto prazo (até um ano), o de médio prazo (de um a dez anos) e de longo prazo (acima de dez anos).

Dinheiro guardado sem um sonho atrelado é vendaval. E as compras por impulso acabam acontecendo. Investir o dinheiro guardado deve também estar acompanhado de tempo, conforme ensinado na Metodologia DSOP de Educação Financeira.
2)De 45 a 65 pontos
Secretária da Fazenda (economiza com um propósito) – Pode parecer que tudo está em plena ordem. O fato de não ter dívidas ou, se as tiver, de estarem controladas, não pode ser objeto de tranquilidade. Isso porque você não criou o hábito de guardar parte do dinheiro que ganha e, consequentemente, quase não consegue acumular reservas financeiras. Grande parte da população encontra-se nesta situação, que é de grande risco! É a conhecida “zona de conforto”, mas você deve assumir uma nova postura em relação à utilização do seu dinheiro. É preciso retomar o comando de sua vida financeira e fazer imediatamente um diagnóstico com a ajuda da família, registrando por 30 dias tudo que gastar, até mesmo as pequenas despesas.

É preciso que seja definido também os sonhos, para que se inicie esse processo, lembrando que, para cada sonho, é preciso saber o valor, quanto guardará por mês e em quanto tempo realizará: curto prazo (até um ano), médio prazo (de um a dez anos) e longo prazo (acima de dez anos). Invista em sua Educação Financeira, leia o livro Terapia Financeira e lembre-se: você merece!

3)De 00 a 40 pontos
Fugitiva do Banco Central (que gasta sem controle) – Sua situação é delicada, você pode estar inadimplente ou muito próximo disso. É preciso ter muita atenção e não desanimar, porque chegou o momento de levantar a cabeça e saber que sempre existe um caminho. Recomendo o caminho da educação financeira, por meio da Metodologia DSOP. É preciso assumir o controle financeiro de sua vida e fazer um diagnóstico financeiro, saber quanto ganha, com o que gasta, descrever e detalhar todos os credores e os valores das dívidas. Mas, atenção, não procure o credor para fazer acordo no primeiro momento; caso ele venha lhe procurar, diga que você está se organizando financeiramente e sabe que deve, mas pagará quando e como puder.

Portanto, tome atitudes, tenha disciplina e muita perseverança. Tudo começa com o primeiro degrau e, lembre-se, estar endividado ou inadimplente é uma questão de escolha. Recomendo a leitura de meu livro Livre-se das Dívidas, isso certamente irá ajudá-la.

Reinaldo Domingos, educador financeiro, presidente da DSOP Educação Financeira e Editora DSOP, autor dos livros Terapia Financeira, Livre-se das Dívidas, Ter Dinheiro Não Tem Segredo, das coleções infantis O Menino do Dinheiro e O Menino e o Dinheiro, além da coleção didática de educação financeira para o Ensino Básico, adotada em diversas escolas do país.

Reinaldo Domingos

Reinaldo Domingos é PhD. em Educação Financeira, escritor, educador e terapeuta financeiro. Presidente da DSOP Educação Financeira, da Editora DSOP e da Abefin, publicou o best-seller Terapia Financeira, o recém lançado Empreender Vitorioso com Sonhos e Lucro em Primeiro Lugar e os livros Livre-se das Dívidas, Mesada Não É Só Dinheiro, Ter Dinheiro Não Tem Segredo, Eu mereço ter dinheiro!, Papo Empreendedor, Sabedoria Financeira e a série O Menino do Dinheiro – Sonhos de Família, Vai à Escola, Ação Entre Amigos, Num Mundo Sustentável e Pequeno Cidadão, O Menino e o Dinheiro, O Menino, o Dinheiro e os Três Cofrinhos, O Menino, o Dinheiro e a Formigarra. Mais de 4,5 milhões de exemplares de suas obras já foram vendidas.