Nesta época do ano, muitos de nós começamos a fazer o balanço do ano atual e a preparar as metas para o ano novo. As promessas mais comuns são emagrecer, deixar de fumar, voltar a estudar, casar, comprar uma casa ou apartamento, comprar ou trocar de carro e livrar-se das dívidas. No entanto, geralmente, em alguns meses, a maioria das pessoas não se lembra mais seu suas metas.

Trazendo o assunto aqui para a nossa temática de Educação Financeira, percebemos que muitas promessas estão relacionadas à vida financeira, porém as pessoas se esquecem de calcular quanto custam estes objetivos e em quanto tempo poderão atingi-los.

Quero colaborar com o leitor neste planejamento, apresentando a Metodologia DSOP, que é baseada em quatro pilares: Diagnosticar, Sonhar, Orçar e Poupar. Seguindo esses passos você evitará frustrações no próximo ano e nos seguintes.

Diagnosticar: é preciso conhecer seus números, fazendo um diagnóstico da vida financeira. Você pensa que os conhece, mas, geralmente, sabe apenas das despesas maiores. Anote tudo o que gastar durante trinta dias (se for assalariado com salário fixo; se for autônomo ou empreendedor, fazer por 90 dias). Depois, deduza estes gastos de sua renda líquida de acordo com o seu contracheque.

Sonhar: vamos chamar suas promessas de ano novo de sonhos. A partir do resultado de seu diagnóstico, sabendo que precisa adequar seu padrão de vida à sua renda mensal, faça os ajustes necessários, identificando gastos desnecessários e desperdícios, de tal forma que consiga reservar ao menos 10% (dez por cento) de sua renda líquida para dedicar aos sonhos. Acredite! Você pode e merece, mas precisará de uma boa dose de dedicação e perseverança.

Orçar: de acordo com suas disponibilidades, passe a orçar seus sonhos. A metodologia recomenda que tenhamos, de preferência, três sonhos: um de curto prazo (até um ano), um de médio prazo (de um ano a 10 anos) e um de longo prazo (acima de dez anos). Como estamos falando do próximo ano, calcule o sonho de curto prazo e o início dos demais sonhos. Pode ser que você esteja endividado, neste caso, seu primeiro sonho deverá ser livrar-se das dívidas. Acredite, por mais difícil que possa parecer, é possível resolver a situação e se tornar educado financeiramente utilizando esta metodologia.

Poupar: depois de conhecer de verdade seus números (Diagnosticar), de definir seus sonhos (Sonhar) e saber quanto eles custam e em quanto tempo pode atingi-los (Orçar) você poderá poupar para realizar seus sonhos. Poupar não é o mesmo que investir. Primeiro você poupa, depois investe. Mas este é assunto para outra oportunidade. Estabeleça um relacionamento sério com o seu dinheiro e até a próxima!

Eduardo Sanches
Educador Financeiro da DSOP Educação Financeira


Graduado em Administração pelas Faculdades Campos Salles;
Possui extensão universitária em Gestão de Pessoas pela Unicamp;
Pós-graduado em Estratégias em Políticas Públicas pela Unicamp;
Pós-graduando em Educação Financeira pela UNIS-Universidade do Sul de Minas em parceria com a DSOP Educação Financeira;
Experiência profissional:
Prefeitura de São Paulo – Assistente de Administração (1982);
Banco do Estado do Rio de Janeiro – Banerj – Informante de Cadastro (1982-1998);
Prefeitura de Valinhos – SP – Fiscal de Rendas (1999- 2000);
Caixa Econômica Federal – Técnico Bancário (2000-2001);
Prefeitura de Itatiba – Fiscal de Rendas (2002-2006);
INFRAERO – Analista Superior II – Administrador (2006- 2009);
Prefeitura de Jundiaí – Analista de Gestão-Administrador (desde 2009).