Devido ao momento econômico que o nosso país tem vivenciado, o governo federal editou uma Medida Provisória permitindo a redução temporária da jornada de trabalho e de salário em 30% e com um complemento de 15% da renda pelo governo limitado a R$ 900,84. Essa medida foi realizada para diminuir os efeitos do desemprego, mas não será aplicada para todas as empresas, apenas para aquelas que comprovarem dificuldades financeiras.

Os setores que serão permitidos ainda estão em fase de aprovação. Porém, para que isso aconteça, a empresa terá que fazer um acordo com os funcionários, sendo que a implantação desse programa será por até 6 meses, com direito a prorrogação de mais 6 meses. Além disso, ao iniciar esse novo procedimento, a empresa não poderá demitir seus funcionários.

A título de exemplo, se seu salário é de R$ 2.500, você passará a receber R$ 1.750 da empresa, mais R$ 375 do governo através do FAT (Fundo de Amparo ao Trabalhador), perfazendo um total de R$ 2.125, com redução salarial de 15%. A pergunta que muitos farão para si e para seus familiares é: como viver com menos, se já gasto exatamente o valor ou até mais do que ganho?

Muitas famílias que passarão por essa mudança em seus ganhos financeiros terão que se adequar forçadamente a umnovo padrão de gasto. Assim, convido vocês a refletirem hoje como está à saúde financeira sua e de sua família. Para isso, responda a algumas perguntas:

– Você gasta menos do que ganha?
– Consegue poupar parte do que ganha?
– Tem reservas para eventuais emergências?
– Se houver essas reservas, quanto tempo elas vão durar?
– Elas são suficiente em caso de redução salarial ou até a demissão?

Se para ao menos uma dessas questões tiver respondido de forma negativa, sugiro sentar com a família, analisar prioridades, mudar hábitos e fazer uma “faxina financeira”, para que não espere a situação de uma redução salarial ou desemprego bater a porta para enfim modificar sua forma de pensar.

Para que essa faxina seja realizada de forma satisfatória e tranquila, desenvolvi algumas orientações:

– Reúna a família e analise o que cada um quer e deseja da vida e o que tem feito para que isso aconteça;
– Verifique para onde vai cada centavo gasto pelos membros da família; assim, poderão entender o porquê de muitas vezes gastarem mais do que ganham, ou não conseguirem reservar qualquer recurso. É necessário, em alguns casos, fechar a torneira para não haver vazamento e ir tudo para o ralo;
– Se tiver dívidas, coloque como um dos objetivos diminui-las ou até eliminá-las, mas, ao mesmo tempo, comece a poupar recursos para eventuais emergências e para a realização dos sonhos coletivos e individuais;
– Antes de adquirir um produto ou serviço, pesquise preços, compare, poupe o valor necessário, exija desconto e pague à vista.

Ao fazer isso, se sentirá mais aliviado e estará mais preparado para agir em qualquer situação, sem desespero e ansiedade. Seja a mudança necessária para você e sua família, não espere uma mudança forçada, faça ela de forma suave e com conhecimento.

Acredite, tudo é possível se quisermos e fizermos por merecer. Não reaja, aja.

Cintia Senna
Educadora Financeira da DSOP Educação Financeira

Especialista em Educação Financeira, Terapeuta e Educadora Financeira
• Mestranda em Educação Financeira pela Flórida Christian University (FCU) em Orlando/EUA em 2018;
• Pós-graduada pelo Centro Universitário Sul de Minas Unis em Educação e Coaching Financeiro em 2017;
• Formada em Terapia Financeira pela DSOP Educação Financeira em 2017;
• Cursou módulo Internacional de Gestão de Negócios pela ISCAP em Porto/Portugal em 2015;
• Formada em Educação Financeira pela DSOP Educação Financeira em 2015;
• Formada em Planejamento Financeiro Pessoal pelo Insper em 2014;
• Graduada em Ciências Contábeis pela Universidade São Judas Tadeu USJT em 2008;
• Conselheira Fiscal da Associação Brasileira de Educadores Financeiros – Abefin Gestão 2015-2020;
• Realizou Intercâmbio Internacional pela Quest Study em Toronto – Canadá – 2013;
• Autora do Canal de Youtube - Cíntia Senna;
• Com mais de 8 anos de experiência profissional em auditoria de instituições financeiras, participações em projetos de bancos de crédito, fundos de investimento, operadoras de leasing, administradoras de consórcio, fundos de pensão, corretoras, escritório de representação, financeiras e concessionárias de veículos;
• Além de 4 anos de experiência profissional na controladoria de empresa multinacional do setor de logística e gerenciamento de recursos financeiros.
Colabora com diversas mídias (tv, rádio, jornais e revistas impressas e eletrônicas) e desenvolve atividades tais como: Palestras, Cursos / Workshops / Aulas, Terapias Financeiras – Individual ou Casal, Artigos e Vídeos.
Desde 2013 atua na área de Educação Financeira com o objetivo de levar as pessoas à sustentabilidade financeira para realização de sonhos. Tem como missão contribuir com a alfabetização financeira no Brasil e no Mundo.