A família é a base de tudo e, neste dia 9 de agosto, uma figura muito importante será homenageada: o pai. Na vontade de tentar retribuir um pouco todo o amor e dedicação, os filhos aproveitam a data para dar algum presente que o pai queira muito. Mas o que muitas vezes falta nesse momento é a cautela para não acabar gastando mais do que pode.

É preciso entender que dar algo caro não é sinônimo de carinho; nenhum pai quer ver os filhos endividados, muito pelo contrário, o sonho dele é ver que estão bem em todos os sentidos, inclusive em relação à vida financeira. Claro que, infelizmente, nem nós e nem nossos pais e avós fomos educados financeiramente, mas essa relação com o dinheiro pode e deve ser saudável e consciente. Nunca é tarde para começar.

E para isso, a palavra de ordem deve ser planejamento. O Dia dos Pais é uma data comemorativa que acontece todos os anos, no mesmo período. Portanto, é possível prever o gasto e já se antecipar, escolhendo o que deseja presentear e poupando até a data para comprar à vista e com desconto, e não como a maioria ainda faz, decidindo de última hora algo que possui um valor que não podem pagar, tendo que comprar a prazo ou até utilizando o limite do cheque especial, pagando juros.

Para tanto, desenvolvi algumas orientações de como comprar bem nessa data:

1. Busque um presente diferente, com pouquíssimo investimento e que beneficiaria a toda a família;

2. Certifique-se do que o pai está precisando e una o útil ao agradável. Pesquise em vários lugares antes de decidir onde irá comprar;

3. Tenha ciência de sua real situação financeira para comprar um presente que caiba no seu bolso;

4. Junte-se com os irmãos e mãe para dividir o valor do presente;

5. Caso não tenha guardado dinheiro, procure saber quanto de prestação cabe em seu orçamento financeiro mensal;

6. Se seu pai estiver endividado, ajude-o a sanar esse problema, mas dê a ele também um livro ou curso de educação financeira, para que isso não ocorra novamente;

7. Cuidado com presentes que possam ter outros custos, como celular, cachorro, entre outros;

8. Convidar para almoçar/jantar em um restaurante que ele goste, ou mesmo preparar um almoço especial pode ser um presente bastante agradável;

9. Se for levá-lo para uma viagem, pesquise em diversas agências, pois o preço dos pacotes pode variar;

10. Caso não dê para comprar nenhum dos presentes que você tinha em mente, converse com o seu pai e planeje-se para poder presenteá-lo em outra ocasião.

Reinaldo Domingos

Reinaldo Domingos é PhD. em Educação Financeira, escritor, educador e terapeuta financeiro. Presidente da DSOP Educação Financeira, da Editora DSOP e da Abefin, publicou o best-seller Terapia Financeira, o recém lançado Empreender Vitorioso com Sonhos e Lucro em Primeiro Lugar e os livros Livre-se das Dívidas, Mesada Não É Só Dinheiro, Ter Dinheiro Não Tem Segredo, Eu mereço ter dinheiro!, Papo Empreendedor, Sabedoria Financeira e a série O Menino do Dinheiro – Sonhos de Família, Vai à Escola, Ação Entre Amigos, Num Mundo Sustentável e Pequeno Cidadão, O Menino e o Dinheiro, O Menino, o Dinheiro e os Três Cofrinhos, O Menino, o Dinheiro e a Formigarra. Mais de 4,5 milhões de exemplares de suas obras já foram vendidas.