Crise, inflação, desemprego, alta do dólar. São tantas situações complicadas, que o poder de compra e a confiança da população diminuíram bastante nesses últimos tempos. Por isso, o Educador financeiro DSOP Marcelo Rubles desenvolveu algumas orientações para manter o dinheiro no bolso.

1 – Faça um diagnóstico das finanças
Na área financeira, muitas pessoas não sabem sequer o destino que o dinheiro está tomando. Para eliminar esse problema, nos próximos 30 dias, anote todas as suas despesas, inclusive o cafezinho, separando-as por categorias (lanches, transporte, mercado, etc.).

2 – Descubra quais são os sonhos de sua família
Faça uma reunião descontraída com toda a família, inclusive as crianças, e deixe cada um falar dos seus sonhos. Depois, anote pelo menos três de cada pessoa, separando-os em curto, médio e longo prazos, com o valor exato de cada um.

3 – Priorize o orçamento financeiro
Escreva todos os ganhos da família, diminua o valor para realizar os sonhos e o que sobrar será o dinheiro para as despesas. Pegue o diagnóstico e veja se encaixa com o valor planejado para as despesas. Caso a conta não bata, comece a repensar sobre o padrão de vida.

4 – Pratique o consumo consciente
A família precisa repensar todos os atos de consumo. Antes de sair para o supermercado, fazer uma lista de compras, pesquisar preços e experimentar produtos novos. Em vez de sair todos os finais de semana para comer pizza, poderá variar com outras atividades prazerosas e com menos custo, como assistir um filme em casa com pipoca. Esses são apenas alguns exemplos de mudanças que podem ocorrer em casa.

5 – Agora é só poupar
Pronto, estando com o orçamento elaborado e os valores necessários para cada sonho, começa o compromisso de todos os meses guardar os valores que foram planejados em algum tipo de investimento no banco que te deixe tranquilo.