Economizar não é tarefa nada fácil em alguns casos, mas, com jeito e vontade, é possível. E um dos lugares que conseguimos economizar se prestarmos um pouco mais de atenção é nas compras de roupas e acessórios. Isso mesmo! Já pensou o quanto pode deixar de gastar com uma simples revisão e um planejamento, podendo dar outro direcionamento a esse recurso?

Alguns questionamentos importantes: quanto você gasta com roupas, acessórios e calçados por ano? Como você analisa quando deve comprar uma nova peça? Necessidade ou desejo? Comece a observar isso.

Para auxiliar nessa empreitada, elaborei orientações para que possam ser colocadas em prática e economizar recursos financeiros a serem utilizados para realizar sonhos e objetivos maiores.

– Analise o estoque
Muitas vezes, olhamos nosso guarda-roupa e acreditamos não ter roupas suficientes. Mas será que é verdade? Convido você a desarrumar todo o seu guarda-roupa e olhar peça por peça, visualizar o que efetivamente tem e quais formas elas podem ser combinadas e utilizadas. Acredite, vai se surpreender com tantas roupas que nem se lembrava que tinha.

– Componha looks diversos (tire fotos!)
Feito isso, separe todas as roupas e combinações possíveis. Para facilitar sua lembrança de como poderá combinar para o trabalho, para o lazer e para outras atividades pessoais, tire fotos para visualizar melhor e se lembrar das “misturas”. Há aplicativos de celular que também fazem essa atividade. Isso facilitará saber o que usar e não ter a sensação de que “não tem roupa”.

– Limpe o armário
Depois dessa limpeza e organização, você conseguirá identificar aquelas roupas que não usará mais de forma alguma, e a recomendação é separar, tirar do ambiente, deixando apenas o que efetivamente vai usar. Isso te ajuda a ter uma visão do que realmente precisa e abre espaço para receber mais.

– Dê um destino para as “sobras”
Com as peças que você não vai usar, poderá fazer algumas ações. Pode doar uma parte e organizar uma feira de troca ou ainda um bazar/brechó. Faça disso um evento, causando mobilização social e/ou arrecadando dinheiro para novas compras mais conscientes.

– Compre o necessário
Feita toda essa atividade, uma coisa precisa começar a ser praticada: antes de qualquer nova compra, olhar o guarda roupa e as fotos dos looks e se questionar se realmente precisa de mais peças nesse momento ou se pode esperar e não gastar agora.

– Defina um valor anual
Determinar um valor anual para gastar com roupas, sapatos, acessórios ajudará a ter limites, e sempre que for comprar uma nova peça vai verificar o que já usou desse valor. Consumo consciente é a palavra-chave nessa nova fase.

– Pechinche e peça desconto
Pesquisar e negociar ajudará a conseguir os preços melhores preços e dar mais valor ao dinheiro, ter mais consciência financeira.

– Procure uma costureira
Uma boa opção também é contratar o serviço de uma costureira, que fará sua roupa sob medida, no modelo que quiser e, geralmente, os valores serão mais em conta do que determinadas lojas.

Eu poderia falar diversas formas de economizar com o guarda-roupa, mas creio que, com essas pequenas movimentações, você conseguirá repensar os gastos, dar valor ao que já possui e destinar melhor os ganhos financeiros.

Para que tudo isso faça sentido em sua vida e você comece a praticar de fato, defina pelo menos três objetivos maiores que quer realizar em sua vida, sendo um para o próximo ano (curto prazo), o outro para até 10 anos (médio prazo), e um terceiro para algo acima desses 10 anos (longo prazo). Pesquise valor e veja quanto poderá destinar mensalmente para a realização de todos eles, assim, sempre que pensar em novas roupas, principalmente em época de liquidação, pensará duas vezes e optará pelos seus sonhos.

Pratique essas orientações e depois sinta a mudança em sua vida. Prospere e seja feliz fazendo muito mais com o que já tem.

Cintia Senna
Educadora Financeira da DSOP Educação Financeira

Especialista em Educação Financeira, Terapeuta e Educadora Financeira
• Mestranda em Educação Financeira pela Flórida Christian University (FCU) em Orlando/EUA em 2018;
• Pós-graduada pelo Centro Universitário Sul de Minas Unis em Educação e Coaching Financeiro em 2017;
• Formada em Terapia Financeira pela DSOP Educação Financeira em 2017;
• Cursou módulo Internacional de Gestão de Negócios pela ISCAP em Porto/Portugal em 2015;
• Formada em Educação Financeira pela DSOP Educação Financeira em 2015;
• Formada em Planejamento Financeiro Pessoal pelo Insper em 2014;
• Graduada em Ciências Contábeis pela Universidade São Judas Tadeu USJT em 2008;
• Conselheira Fiscal da Associação Brasileira de Educadores Financeiros – Abefin Gestão 2015-2020;
• Realizou Intercâmbio Internacional pela Quest Study em Toronto – Canadá – 2013;
• Autora do Canal de Youtube - Cíntia Senna;
• Com mais de 8 anos de experiência profissional em auditoria de instituições financeiras, participações em projetos de bancos de crédito, fundos de investimento, operadoras de leasing, administradoras de consórcio, fundos de pensão, corretoras, escritório de representação, financeiras e concessionárias de veículos;
• Além de 4 anos de experiência profissional na controladoria de empresa multinacional do setor de logística e gerenciamento de recursos financeiros.
Colabora com diversas mídias (tv, rádio, jornais e revistas impressas e eletrônicas) e desenvolve atividades tais como: Palestras, Cursos / Workshops / Aulas, Terapias Financeiras – Individual ou Casal, Artigos e Vídeos.
Desde 2013 atua na área de Educação Financeira com o objetivo de levar as pessoas à sustentabilidade financeira para realização de sonhos. Tem como missão contribuir com a alfabetização financeira no Brasil e no Mundo.