O casamento fará parte da lista de sonhos da maioria das pessoas em algum momento de sua história de vida. Mas como realizar este sonho que envolve diversas mudanças e investimentos, é tão influenciado pela família e amigos e, depois de tudo isso, ainda continuar vivendo em equilíbrio financeiro?

Muita gente julga que a parte mais desafiadora do casamento é encontrar a pessoa certa para estar ao seu lado pelo resto da vida, por isso, quando os dois decidem pelo sim, o que acontece é que deixamos a emoção tomar conta de nossas vidas e esquecemos de uma palavra muito importante: planejamento.

Realizar este sonho é maravilhoso, mas para isso é necessário se preparar financeiramente e parar para balancear as expectativas do casal com a realidade. Assim, é totalmente possível realizar este objetivo com equilíbrio financeiro, por meio das orientações que darei ao longo do texto e muito empenho do casal.

Equilibre suas finanças de uma vez por todas! Faça o Curso DSOP de Educação Financeira e realize seus sonhos!

O ponto de partida é fazer um diagnóstico sem pressa, porque, além do casal, é necessário envolver a família. Pense em tudo: qual é a expectativa da noiva? E do noivo? O casamento terá cerimônia e festa? Se sim, para quantas pessoas? Quais os possíveis locais? Farão lua de mel? Onde vão morar? O imóvel será próprio ou alugado? Essa parte é muito importante, pois reunirá toda expectativa e ideias, sabendo que algumas serão usadas e outras terão que sofrer adequações. O fundamental é que, no final, os noivos e a família se envolvam e fiquem motivados, já que o caminho pela frente demandará muita dedicação.

A outra parte é fazer um levantamento dos recursos financeiros que poderão ser disponibilizados para realizar tudo o que foi idealizado. Este momento é crucial, pois a maioria das pessoas se deixa levar pela emoção e acaba seendividando para realizar tudo o que sonhou. É bem comum as pessoas já entrarem neste processo sofrendo de algum desequilíbrio, ou seja, gastando mais do que ganha.

Nenhuma festa de casamento ou viagem de lua de mel irão contribuir para um casamento que começa com dívidas. Aproveite este momento e faça seu diagnóstico financeiro, veja o que está em excesso para reduzir e até cortar. Acerte seu orçamento para gastar menos do que ganha e canalizar recursos para o casamento.

Liste todos os recursos financeiros do noivo e da noiva, investigue se terão ajuda da família ou se farão tudo por conta própria. Com relação ao lugar onde irão morar, é importante decidir se irão alugar ou se vão adquirir um imóvel, isso é o ponto de partida para muitas decisões.

Não há certo ou errado, cada casal tem sua fórmula da felicidade, uns priorizam a casa, outros a festa, outros querem uma superviagem e alguns querem tudo. Atenção, este é um momento de transição na sua vida, muitas mudanças vão acontecer, por isso, faça um bom planejamento para dar os próximos passos com segurança.

Lorena Milaneze
Educadora Financeira da

Formação na área de Gestão Empresarial e Educação Financeira. Atua desde 2012 como Educadora Financeira DSOP nas escolas, empresas e com consultoria pessoal no Espírito Santo.