Fazer compras no supermercado é uma rotina dos brasileiros. Para alguns a frequência é maior do que para outros, mas o fato é que praticamente todo mundo passa por isso e já passou pela situação de ficar no vermelho e ter que economizar.

Existem diversos fatores que impedem as pessoas de economizar no mercado. Por isso, fazer um diagnóstico e analisar estrategicamente as compras de mercado são pontos essenciais para garantir a saúde financeira. Para tanto, desenvolvi algumas orientações:

1 – Alimente-se antes de ir ao mercado

Evite ir fazer compras sem comer. Quando estamos com fome, deixamos de tomar decisões racionais em relação às melhores opções de compra e acabamos comprando produtos supérfluos, que normalmente não entrariam no carrinho de compras, somente para a satisfação de necessidades imediatas.

2 – Utilize uma lista de compras

É fundamental que você prepare uma lista com os principais produtos que pretende comprar. Não podemos confiar apenas na memória para pensar em tudo, além disso, a lista te ajuda a se manter dentro do orçamento, na medida em que você procura comprar exatamente o que se propôs a buscar. Deixe sempre um caderno ou folha de rascunho à mão (de preferência na cozinha), para ir anotando quais produtos precisa comprar à medida que eles vão acabando.

3 – Não leve crianças para fazer compras

Pais e mães entendem bem o problema em relação a um passeio com toda a família para fazer compras. Além de ter que lidar com eventuais birras e chantagens emocionais, os pais se sentem compelidos a agradar os filhos de alguma forma, por isso acabam fazendo diversas concessões.

Lojistas são especialistas em preparar tentações para os pequenos: balas e biscoitos nas prateleiras mais baixas, embalagens coloridas e produtos mais caros ao alcance deles, entre outras. Isso tem uma série de efeitos negativos para toda a família.

4 – Fique de olho em promoções e ofertas

Redes de conveniência, supermercados e lojas costumam anunciar semanalmente algumas ofertas. Tente acompanhar, na medida do possível, todas essas promoções. Ainda que você não tenha disponibilidade para ir frequentemente às compras, é possível aproveitar bons negócios dessa forma.

Tenha em mente também os dias de promoção de cada produto nos mercados. Por exemplo, alguns estabelecimentos têm ofertas de frutas, legumes e verduras às quartas-feiras. O mesmo acontece com carnes e produtos de frigorífico.

5 – Crie o seu cardápio semanal

Essa é uma excelente maneira de economizar nas compras da semana, porque conseguirá estruturar bem oorçamento, otimizando as idas ao mercado e diminuindo o desperdício. Por exemplo: é possível comprar uma quantidade maior de carne, que será mais barata do que pequenas porções e congelar parte desse produto para que dure por mais tempo. Ao planejar melhor os gastos que do mês, economiza-se dinheiro.

6 – Experimente novos produtos

Não tenha receio de experimentar novos produtos, inclusive mais baratos. Muitas empresas baseiam-se estritamente em vantagens de condições de marketing para elevar os preços de seu produto, por isso, não necessariamente produtos mais caros terão uma qualidade maior. Então, experimente, faça uma pesquisa extensa de mercado e ouça recomendações de terceiros.

7 – Aproveite programas de fidelização

Nem sempre esses programas de fidelidade (pontos, cartão, sorteios para clientes, entre outros) são vantajosos, pois eles existem até mesmo em mercados voltados para consumidores financeiramente privilegiados. Entretanto, se você compra com regularidade em determinados estabelecimentos, deixará de ter acesso a certas vantagens, se não participar desses programas.

8 – Evite comprar em estabelecimentos muito pequenos

Quanto maior o estabelecimento, maiores as condições de oferecer descontos e promoções a seus clientes. Só que nem sempre temos condições de nos dirigirmos a hipermercados para realizar nossas compras. Nesses casos, é muito conveniente comprarmos em pequenos estabelecimentos, próximos de nossas residências.

No entanto, por saberem que detêm o “monopólio” da vizinhança, os vendedores desses pequenos mercados acabam cobrando mais caro. Se fizermos disso um hábito, o nosso orçamento será bastante comprometido. Assim, é recomendável que as compras em estabelecimentos maiores sejam mais frequentes ou melhor planejadas, de modo que nossos gastos sejam otimizados.

Essas são as principais orientações para que você economize quando for ao mercado fazer compras. Ter muita disciplina e força de vontade são fatores importantíssimos para conseguir passar pelos obstáculos que podem nos impedir de conseguir realizar diversos objetivos, dentre eles a independência financeira.

Pedro Madureira
Educador Financeiro da DSOP Educação Financeira

- Técnico em Eletrotécnica pela Escola Técnica Estadual “João Baptista de Lima Figueiredo” ELETRÔ da cidade de Mococa – SP;
- Formado pelo Programa de Jovens Empreendedores pelo SEBRAE com 14 anos;
- Encarregado da SABESP – Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo. Foi admitido em 1998 com 17 anos, através de Concurso Público (3º lugar);
- Sócio Diretor da empresa Êxitos Moda Íntima no Interior;
- Associado à Cooperativa de Crédito – CECRES;
- Formação Acadêmica: Tecnólogo em Construção Civil pela Faculdade de Tecnologia de São Paulo - FATEC – SP;
- Pós Graduação: Especialização em Tecnologias Ambientais pela Faculdade de Tecnologia de São Paulo - FATEC – SP;
- Dale Carnegie Course: Treinamento de Competências Interpessoais – Habilidades para o Sucesso;
-Formado em Programação Neolinguística pela Sociedade Brasileira de Programação Neolinguística;
- Facilitador e Palestrante Comportamental da empresa LOTUS Treinamentos, especializada em Treinamentos de Inteligência Emocional , Liberdade Criativa e Financeira;
- Assessor de Eventos da empresa UP Assessoria de Eventos Sociais e Corporativos;
- Formado pela Academia do Dinheiro com o Método FAST de Enriquecimento;
- Tem como missão, utilizar o aprendizado adquiro, a ajudar as pessoas a se tornarem educadas e independentes financeiramente por meio da DSOP Educação Financeira.