A instabilidade política e financeira fez com que o número de desempregados no Brasil ultrapassasse a marca de 9 milhões. Outro dado é que, segundo a Secretaria Especial da Micro e Pequena Empresa (SEMPE), em 2015, foram fechadas mais de 191 mil empresas.

Devido a isso, na busca por um emprego estável, cada vez mais as pessoas passaram a estudar e procurar oportunidades em concursos públicos. No entanto, muitas delas ainda deixam de prestar o concurso por não ter o dinheiro para pagar a taxa de inscrição. Recentemente, me deparei com uma matéria muito interessante que quero compartilhar.

Existem algumas formas de obter a isenção na taxa de inscrição de concursos públicos:

– Para os concursos públicos federais, existe o Decreto 6.593/2008, que garante aos candidatos inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais (Cad-Único) e com renda familiar de até três salários mínimos a possibilidade de isenção total na taxa de inscrição.

– Aqui no estado de São Paulo, existe a lei nº 12.147/2015, que isenta da taxa de inscrição os doadores de sangue que forem prestar concursos realizados pela administração direta, indireta, fundações públicas e universidades públicas do estado. Para ter direito à isenção, o doador deve ser regular, ou seja, é preciso realizar e comprovar no mínimo três doações nos 12 meses anteriores à data de término do período de inscrições. Porém, para ser elegível, a doação de sangue deve ocorrer em um órgão oficial ou entidade credenciada pela União, pelo Estado ou pelo Município.

Além disso, existe a possibilidade de redução bastante significativa para os estudantes que estejam regularmente matriculados em cursos pré-vestibulares, superiores em nível de graduação ou pós-graduação, que recebam remuneração mensal inferior a dois salários mínimos ou que estejam desempregadas. De acordo com a lei nº 12.782/2007, essa redução pode variar de 50% a 100%, dependendo do caso.

Para conseguir obter as isenções ou reduções nas taxas de inscrições, você deve observar os editais de cada concurso, pois são neles que você encontrará esse tipo de informação.

Cada estado possui suas leis ou decretos para isenção ou redução no valor da taxa de inscrição nos concursos; em alguns estaduais, é oferecida também a isenção para quem está desempregado, sem vínculo empregatício registrado em carteira de trabalho, então, fique atento e busque informações ou leis específicas para saber como economizar na taxa e não deixar de fazer o concurso tão esperado por não ter dinheiro.

Se passar no concurso é seu sonho, essas são algumas dicas para que você possa economizar na taxa de inscrição ealcançar o sonho da estabilidade no trabalho.

Dsop Educação Financeira Como economizar em taxa de inscrição de concurso público
Leandro Silva Ferreira
Educador Financeiro da DSOP Educação Financeira

- Educador Financeiro e Palestrante DSOP;
- Graduado em administração de empresas pela Faculdade das Américas (FAM);
- Pós-graduação em Estatística Aplicada pela Faculdade Metropolitanas Unidas (FMU);
- Certificação de Especialista em Investimento ANBIMA (CEA);
- Certificação CPA-20 ANBIMA;
- Consultor Financeiro pessoal e familiar.

DEIXE SEU E - MAIL E RECEBA CONTEÚDOS EXCLUSIVOS