Esta já é uma cultura do nosso país: acreditar que o governo garantirá a todos uma aposentadoria tranquila. É preciso ter consciência de que isso nunca será o suficiente. Veja 4 orientações práticas para iniciar uma aposentadoria sustentável:

Aposentadoria tranquila

1 – Conscientização

Você já parou para pensar que o INSS se parece com uma pirâmide financeira? Ele depende da entrada de novos contribuintes para pagar aqueles que estão recebendo hoje. Muitos acreditam que estão fazendo uma poupança e que um dia vão usar esse dinheiro para pagar a sua própria aposentadoria no futuro, mas isso é contraditório.

Um jovem que trabalha hoje para receber a sua aposentadoria amanhã vai depender da existência de outro jovem que nem nasceu ainda. Ele terá que trabalhar e contribuir para que você obtenha o benefício. E é ai que esta o grande problema, a expectativa de vida está aumentado e cada vez mais os brasileiros têm menos filhos. Tudo indica que a conta pode não fechar no futuro.

2 – Estatística

Muitas pessoas pensam: e se eu morrer amanhã? Hoje vivemos na era digital, em que a informação está disponível para todos em apenas um clique. Pesquisa do IBGE, realizada com mais de 30 milhões de brasileiros, mostra que 85% da população tem consciência da importância de poupar e ter uma reserva em longo prazo, mas 52% não possui nenhuma reserva para isso e apenas 1% dos aposentados vive sem ajuda de terceiros para sobreviver.

Atualmente, a maior parte dos aposentados teve que reduzir seu padrão de vida ou depender de filhos, parentes e amigos para complementar sua renda. Isso significa que os brasileiros reconhecem a importância de ter uma reserva para o futuro, mas não criam um plano para conquistar a sua sustentabilidade financeira.

3 – Planejamento

Planeje você a sua independência financeira, sem depender do governo. Os tempos mudaram e o que era bom para nossos pais, amanhã não será para nós. Faça um diagnóstico financeiro, bom planejamento e crie novos hábitos. Inclua sua família nessas mudanças, tenho certeza que isso será benéfico para todos.

Poupe e invista dinheiro, montando uma carteira diversificada de investimentos. Considere Tesouro Direto, Fundos Imobiliários, Fundo de Multimercados, LCI, LCA, CDBs e até mesmo ações.

4 – Sonhos

Não se pode brincar com o futuro. Se as pessoas não acordarem para a realidade das próximas décadas, teremos idosos cuidando de idosos, jovens sofrendo para sustentar pais ou avós idosos. A educação financeira é essencial para todos, portanto tenha consciência do uso do seu dinheiro no curto, médio e, principalmente, no longo prazo.

Fábio Ferreira
Educador Financeiro DSOP

Apaixonado por motivar pessoas, Educador Financeiro e Terapeuta Financeiro DSOP, membro da Associação Brasileira de Educadores Financeiros (ABEFIN). Formado Técnico Logística – Senac 2007, Participação no Coach Experien – IBC Instituto Brasileiro de Coaching. Atualmente trabalhando com vendas porta a porta.
Missão de vida ajudar pessoas a mudarem seus hábitos e comportamento em relação ao dinheiro, obtendo uma vida saudável e sustentável ao longo dos anos.