A tecnologia vem avançando numa velocidade impressionante. Quando imaginamos que nada de mais novo possa aparecer, somos surpreendidos com modernas criações.

DSOP Educação Financeira Aplicativos de transporte: a solução e a acomodação

Essa avalanche de aplicativos confirma isso e também nos alerta para os cuidados que devemos ter no uso correto dessas ferramentas.

Nesse artigo vou me ater aos aplicativos de transportes, o que não exclui os demais, pois todos aqueles que impactam no orçamento merecem o mesmo cuidado.

A minha preocupação como Educador Financeiro é fazer com que esses serviços sejam utilizados de forma consciente e que atendam ao consumidor em suas necessidades. Devemos aceitar todo esse avanço como algo que vem solucionar os nossos problemas e não para criação de outros. E faço minhas críticas sempre que vejo o uso indiscriminado e por comodismo.

Sou um defensor da regulamentação e permanência desses serviços, pois entendo que são geradores de emprego direto e indireto, renda e movimentam a economia da cidade, beneficiando muitos outros estabelecimentos que fazem a manutenção dos veículos, venda de peças, borracharias, postos de gasolina, lava-jatos etc. Além de melhorar a mobilidade, qualidade de vida, conforto, segurança e menor preço.

O que me chamou a atenção para esse tema, e me motivou a escrever sobre ele, foi o aumento das despesas com esse serviço na fatura do cartão de crédito dos meus clientes.

Pare por alguns minutos e reflita quantas vezes você deixou de percorrer trajetos que antes eram feitos com transporte público ou a pé para substituí-lo pela comodidade dos aplicativos? Se não encontrar a resposta, experimente fazer uma pesquisa simples com 5 usuários e pergunte a eles quanto gastaram durante uma semana com esse serviço e se todas as vezes que utilizaram houve necessidade. E para finalizar, pergunte se o valor gasto fazia parte do orçamento.

Posso afirmar a você que todas as respostas recebidas vieram com uma boa dose de culpa e lamentação.

Não precisa se culpar, lamentar, quebrar seu cartão, retirar o aplicativo do smartphone e andar milhas e milhas em busca de redução de despesas, caso esteja no perfil acima. O seu cartão, inclusive, pode ser um acumulador de milhas importante para as suas viagens de férias.

Faça diferente

Comece criando o hábito de anotar as suas despesas com esses aplicativos e observe a evolução desses gastos. Contenha os excessos e logo perceberá que novas atitudes lhe farão bem.

Se aceita uma dica, avance um pouco mais, anote todas as suas despesas pelo período de 30 a 90 dias, uma vez ao ano, de preferência utilizando-se do apontamento de despesas que fica disponível no site da DSOP. Assuma o comando da sua vida financeira.

Esse é um artigo para estimular o bom uso dos aplicativos e aproveitar as oportunidades, mesmo porque considero-o um aliado importante em muitos momentos. Até para quem resolve substituir o carro pela utilização do serviço. Já colocou no papel o valor do seguro, estacionamento, manutenção do veículo (rodas, pneus, óleo, freios), combustível e tantos outros custos que possam onerar ainda mais o seu orçamento?

No dia que fizer esse exercício pode ser que desista de ter um carro.

E, para não perder a viagem, procure sempre fazer escolhas conscientes, mantenha no seu orçamento as despesas de transportes alinhadas com suas necessidades, tenha atitude para mudar e embarque na educação financeira, pois ela mostrará o melhor caminho para realizar os seus sonhos.

DEIXE SEU E - MAIL E RECEBA CONTEÚDOS EXCLUSIVOS