Sua cozinha geralmente pode ser a maior geradora de despesas da sua casa, arrebentando com seu orçamento, sendo uma das maiores consumidoras de energia elétrica em sua casa ou pela utilização do gás de cozinha, já que não podemos esquecer da sequência de aumentos nas tarifas de energia e do botijão que passaram a tomar muito espaço no orçamento das famílias.

Porém, a cozinha também é um dos lugares em que você pode conseguir economizar mais dentro de casa, economizando o consumo de forma fácil. Não importa o tamanho da sua cozinha, pequena ou grande, ou com que frequência você usa, alguns ajustes podem ajudá-lo a reduzir a quantidade de energia e do gás que está usando.

Primeira: Classificação energética do aparelho

Uma das maneiras mais fáceis de economizar custos de energia na cozinha é garantir que todos os seus aparelhos tenham uma boa classificação energética. Muitos aparelhos que foram fabricados nos últimos anos, incluindo geladeiras, fogões elétricos, micro-ondas máquinas de lavar louça e máquinas de lavar roupa, estão com a opção de configurações “ecológicas”, que podem reduzir a quantidade de eletricidade utilizada. Muitos fabricantes de aparelhos também fornecerão informações e sugestões para ajudá-lo a reduzir o desperdício de energia. Verifique o folheto de instruções que acompanha o produto quando você comprou.

E verifique a vida útil dos seus eletrodomésticos, refrigeradores, freezer e micro-ondas antigos podem estar consumindo muita energia desnecessária, se preciso for e o orçamento permitir, atualize os seus equipamentos de cozinha.

Segunda: Mantenha os aparelhos desligados

Tente limitar o uso de seus aparelhos de cozinha, apenas usando-os quando for realmente necessário. O uso de aparelhos como máquinas de lavar louça e máquinas de lavar, quando são utilizados para uma pequena quantidade de louça não compensa e desperdiçará energia desnecessária. Lembre-se de desligar os aparelhos na tomada em vez de deixá-los em modo de Stand-by , torneira elétrica na cozinha ligada no verão , não convém não é mesmo?

Terceira: Seja inteligente com sua cozinha

Ao cozinhar, há uma série de técnicas que você pode usar para garantir que você economize energia e gás e reduzindo suas contas mensais.

Tente desligar o fogão ou o forno sempre antes do cozimento total da sua comida. O calor leva um tempo maior para se dissipar, então você ainda estará cozinhando sua comida sem gastar dinheiro em energia ou gás. Colocar uma tampa na sua panela enquanto a comida estiver cozinhando também manterá uma temperatura de cozimento constante e evitará o desperdício de nutrientes dos alimentos.

Utilizar utensílios exemplo peneira de metal, escorredor de macarrão para aproveitar que possamos cozinhar legumes no vapor na mesma panela que estamos cozinhado arroz ou macarrão, isso é muito inteligente

Não podemos esquecer da tradicional panela de pressão, essa ajuda e muito na economia de e gás na hora de cozinhar.

Pequenas mudanças, como usar o tamanho correto das panelas, tamanhos adequados dos utensílios que irão à geladeira para evitar que a porta da geladeira não fique aberta por muito tempo, também evitará desperdício de energia desnecessário.

Outra coisa é evitar de levar alimentos quentes para geladeira.

Quarta: Pesquise o preço por distribuidora de gás

Faça pesquisas de preço. Existem diferentes distribuidoras no mercado brasileiro Ultragás, Liquigás Petrobras, Super Gás Brás, Copagás , Nacional , são alguns exemplos, apesar da distribuição e ajustes serem feitos  pela Petrobras, cada distribuidora adota um preço para o seu botijão de gás, pela sua política de preços  com isso você pode encontrar preços diferentes, por isso “pesquisar” é a palavra de ordem para  ajudá-lo a entender se você está comprado o botijão com  melhor preço.

Viu só como a cozinha pode ser mais econômica, além de ser para muitos a parte mais gostosa da casa.

 

 

Marcio Araújo
Educador Financeiro da DSOP Educação Financeira

Primeiro Pós–Graduado em Educação e Coaching Financeiro pela DSOP do estado do Paraná.
PÓS-MBA em Negociação Empresarial FGV.
MBA em Gestão de Comercial FGV.
Certificações ANBIMA CPA-10 e CPA-20.
Ensino Superior – Bacharelado em Administração de Empresas UNOPAR - Universidade Norte Paraná.
PNL - BUSINESS PRACTITIONER pela SBPNL (SOCIEDADE BRASILEIRA DE PROGRAMAÇÃO NEUROLINGUÍSTICA).
(VISÃO ESTRATÉGICA,EU LIDER E COMUNICAÇÃO INFLUENCIADORA ) pela FUNDAÇÃO DOM CABRAL .
Técnico em Contabilidade.
Especialista em Investimentos em Renda Fixa , Variável e Derivativos ,gerente de grandes contas (Corporate) Gestão de Grandes Fortunas.
Palestrante e consultor financeiro pessoal e familiar.
Educador Financeiro e Coaching Financeiro.
Ministra treinamentos certificações ANBIMA CPA-10 e CPA-20 , Produtos de Investimentos e Vendas.
Atuação no estado do Paraná e São Paulo.