educacao-financeira-nas-empresas-colaborador

Com o momento em que o País vive, tratar sobre Educação Financeira é mais do que importante. Considerando a quantidade de pessoas endividadas e inadimplentes – mais de 58 milhões de consumidores estão com o nome sujo, de acordo com o SPC Brasil -, este tema se torna essencial.

Para melhorar essa situação, é necessário combater a causa do problema: o consumismo exacerbado. Facilidade de crédito, marketing publicitário e impulsividade fazem com que a pessoa compre coisas que muitas vezes são supérfluas, o que pode gerar endividamento.

Diante desse cenário, as empresas devem ter um papel ativo de conscientizar seus colaboradores com noções de gestão das finanças pessoais. Levando em conta o papel social que cada corporação tem, difundir a educação financeira para seus empregados aparece como uma forma de auxiliar os trabalhadores a terem uma boa gestão de seus recursos financeiros e, assim, consumirem melhor.

“Deve-se explicar aos colaboradores que, para se educarem financeiramente, é necessário passar por uma mudança de hábitos e costumes, ou seja, de comportamento com relação ao uso do dinheiro”, aponta o presidente da DSOP Educação Financeira, educador e terapeuta financeiro Reinaldo Domingos.

Além disso, a empresa pode obter benefícios ao ajudar os colaboradores a melhorarem suas situações financeiras. De acordo com Domingos, existe uma relação direta entre saúde do bolso, produtividade e motivação.

“Muitas companhias concedem um grande número de benefícios e auxílios aos funcionários, buscando melhorar o ambiente de trabalho e, por consequência, a produtividade. No entanto, esquecem-se de um fator fundamental para o equilíbrio psicológico de seus profissionais: a saúde financeira. Inegavelmente, ela é essencial para o bem-estar das famílias e, naturalmente, é um aspecto importante na produtividade das empresas”, afirma.

Mas como implantar a Educação Financeira em minha empresa?

A DSOP Educação Financeira tem a solução ideal para os seus colaboradores. Trata-se do Programa DSOP de Educação Financeira nas Empresas, um programa totalmente estruturado e flexível, ou seja, pode ser adaptado para a necessidade de sua empresa.

O objetivo é auxiliar e motivar as corporações e seus colaboradores para que possam reavaliar sua relação com o dinheiro e encontrar, por méritos próprios, os caminhos para a independência financeira.

A saúde financeira do profissional é equivalente à saúde financeira da empresa! Clique aqui e conheça o Programa DSOP de Educação Financeira nas Empresas!

Por Pablo Ribera / DSOP