29-09-colegiojardimfrancafeira1

Adotante da Metodologia DSOP, o Colégio Jardim França, localizado na Zona Norte de São Paulo, utiliza a sustentabilidade como base nos ensinamentos aplicados para as turmas do Ensino Infantil III até o 9º ano que assistem as aulas da disciplina de Educação Financeira.

Para tanto, foi realizado em 29 de setembro, a Feira da Sustentabilidade, com o objetivo de expor trabalhos produzidos pelos próprios alunos sobre o tema. “Procuramos fazer trabalhos ligando a questão ambiental com a Metodologia e mostrar como o mundo seria se fosse mais bem cuidado. Queremos passar a mensagem de que se seu sonho é ter um mundo melhor, suas atitudes devem mudar”, explicou a coordenadora do Colégio, Márcia Gamino. “Nós inserimos os quatro pilares da Metodologia DSOP neste tema, para um mundo melhor”.

29-09-colegiojardimfrancafeira2Um dos trabalhos produzidos pelos alunos que alia a sustentabilidade com Educação Financeira

Segundo Márcia, os alunos já vivenciam a Metodologia DSOP e buscam aplicá-la no dia a dia: “Eles já têm sonhos de curto, médio e longo prazos, já diferenciam o querer e o precisar e buscam poupar o dinheiro que recebem dos pais ou parentes”, exaltou a coordenadora. “E muitos pais optaram por matricular os filhos na escola justamente pela Educação Financeira que oferecemos. É um diferencial que temos”.

Os pais e alunos do Colégio aprovam a disciplina. Alessandra Salerno, professora da própria escola e mãe dos alunos Gabriel, 5º ano, e Letícia, 1º ano do Ensino Fundamental, disse que os ensinamentos foram bastante válidos para os dois. “Antes o Gabriel ganhava dinheiro e logo gastava. Hoje ele guarda com o objetivo de comprar alguma coisa que deseja no futuro, calcula quanto precisa e em quanto tempo terá dinheiro suficiente para aquilo”, explicou. “A Letícia está começando a aprender, mas já sabe que precisa batalhar pelo que quer, tem um cofrinho e guarda seu dinheiro lá”.

29-09-colegiojardimfrancafeira4Fábio e Tatiana Camargo com seus filhos, Maria Luísa e João Marcelo

O casal Fábio e Tatiana Camargo, pais de João Marcelo, aluno do 5º ano, e Maria Luísa, do 3º ano do Ensino Fundamental, também acreditam que os filhos aprendem bastante com as aulas. “Em comparação com a minha época, vejo que eles estão bem adiantados. Eles economizam, sabem que precisam se estruturar e já têm muita noção do valor do dinheiro”, destacou Camargo. “Eles gostam muito das aulas, falam sobre economizar e juntam dinheiro com um objetivo”, comentou Tatiana.

29-09-colegiojardimfrancafeira3Guilherme com sua mãe, a professora Michelle Campos

O próprio João Marcelo confirma o que os pais dizem e afirma que gosta bastante da disciplina: “Acho bem legal, aprendo a poupar, a guardar o meu dinheiro e a pensar nos meus sonhos”, disse o estudante de 10 anos. Outro aluno do Colégio, Guilherme Campos, do 5º ano, também aprende a lidar com o dinheiro. “Eu já sei como usar o dinheiro com consciência e aprendi a poupar. Recebo uma semanada e guardo tudo no meu cofrinho. Estou juntando para gastar na viagem que vou fazer pra Disney em outubro. Coisas para minha mãe e jogos de video game para mim”, contou.

Por Pablo Ribera/ DSOP