A DSOP Educação Financeira participou mais uma vez da Rabbit – São Paulo, evento que tem como objetivo apresentar um programa para ajudar mantenedores, coordenadores e gestores de escolas, com a intenção de buscar a excelência pedagógica.


Nesta edição, o evento teve como tema “Excelência Pedagógica com foco em visão sistêmica”. “Nós oferecemos um programa com novo conteúdo todo o mês dentro de um plano estrutural, buscando identificar os aspectos positivos e negativos para poder melhorar o conteúdo pedagógico das escolas”, explicou o presidente da Rabbit, Christian Rocha Coelho.

A DSOP esteve no evento com um estande, no qual apresentou as obras da Editora DSOP, tanto didáticas quanto paradidáticas, ofereceu um teste financeiro aos participantes para traçar o perfil financeiro de cada um (endividado, equilibrado ou investidor) e buscou contatos com escolas interessadas em adotar a disciplina de Educação Financeira. “A Rabbit é de extrema importância, uma vez que temos contato direto com os mantenedores e diretores das escolas de todo o País”, explicou a consultora e Educadora Financeira DSOP, Márcia Chavenco. “A procura por interessados no foi grande. Muitas escolas adotantes conheceram a DSOP em outras edições da Rabbit”.

Alguns representantes de escolas adotantes do Programa DSOP de Educação Financeira nas Escolas estiveram no evento. Maria Lurdes de Oliveira, coordenadora do Colégio Heitor Villa-Lobos, localizado no Parque Edu Chaves, Zona Norte de São Paulo, disse que a expectativa é grande: “Iniciamos a disciplina em 2012 com o Ensino Fundamental I e, neste ano, ampliamos para o Ensino Fundamental II. Os alunos já estão juntando dinheiro para, mais para frente, usarem o montante em passeios”, destacou.

Maria das Graças, diretora do Colégio Objetivo de Boitúva (SP), também espera que a disciplina seja um sucesso na escola. “Adotamos neste ano para alunos desde o Ensino Infantil II até o 9º ano, apesar de termos vontade de inserir a Educação Financeira na nossa grade há três anos. O que já podemos ver são os nossos colaboradores poupando mais e o aumento na venda de matrículas aos pais que acham interessante educar financeiramente os seus filhos”, apontou Maria das Graças.

 

Já a vice-diretora do Colégio Lumière, na Zona Leste da capital paulista, exaltou a disciplina, adotada no início de 2013: “Tivemos um retorno bastante positivo, os pais comentam bem sobre a disciplina e as crianças já estão poupando. Cada uma tem seu cofrinho. Adotamos primeiro para o Ensino Fundamental I, mas podemos ampliar o número de turmas”, afirmou a vice-diretora.

Segundo Coelho, a Educação Financeira é de suma importância para escolas: “Acredito que seja imprescindível, não apenas para os alunos, mas também para os próprios gestores. As escolas perdem lucratividade pela falta de conhecimento neste tema”, disse o presidente da Rabbit.

A DSOP Educação Financeira estará presente também na próxima edição da Rabbit – Rio de Janeiro, que acontece no dia 22 de maio, quarta-feira, no Hotel Mirador.

Por Pablo Ribera/ DSOP