Adotante do Programa DSOP de Educação Financeira nas Escolas, o Colégio Encanto Juvenil, localizado na Zona Sul de São Paulo, oferece a disciplina aos alunos com o objetivo de incentivá-los a alcançarem seus sonhos.


“Decidimos adotar a Educação Financeira depois que nosso diretor Administrativo participou do Curso DSOP de Educação Financeira e trouxe para nós essa proposta. Começamos primeiro com as turmas do 8º e 9º ano e foi um sucesso. No ano seguinte, incluímos a partir do 5º ano e, neste ano, a partir do 2º ano do Ensino Fundamental”, contou a diretora Pedagógica do Colégio, Cássia Lopes.

De acordo com Cássia, o objetivo do Colégio ao adotar a disciplina vai além de educar financeiramente os alunos. “Trata-se de uma oportunidade que os pais deles não tiveram. Então, a Educação Financeira para os alunos serve também como uma ponte para esse trabalho com os pais e desenvolver um equilíbrio financeiro para todos”.

Neste ano, um dos projetos feitos por meio da Educação Financeira vem sendo desenvolvido na turma do 9º ano, que busca alcançar um sonho: a formatura. “O projeto da turma é realizar uma formatura com tudo que eles têm direito, com mestre de cerimônia, jantar de gala, baile e tudo mais”, contou a diretora.

A partir disso, os alunos começaram a se mobilizar para conseguir o dinheiro e conquistar esse sonho. “Tudo foi planejado conforme a Metodologia DSOP. Primeiro pensaram no sonho, que é a formatura. Diagnosticaram, ou seja, perceberam que precisavam agir para obter o valor. Depois orçaram, após muita pesquisa conseguiram um buffet com um preço acessível e com tudo incluso. E pouparam, fizeram todo o trabalho de investimento e empreendedorismo”, destacou Cássia.

Desde então, buscaram formas de obter o montante necessário para terem a formatura que tanto desejam. “O primeiro trabalho realizado pela turma do 9º ano para obter dinheiro para a formatura foi uma Festa Junina. Eles produziram lanches e organizaram brincadeiras. Também veio um convidado que ensinou os alunos a produzirem fuxico, broches e outros acessórios”, apontou Cássia. “Além disso, na Páscoa, venderam rifas para sortear duas cestas de chocolate. Agora, em agosto, vão organizar uma feira de artesanato, onde vão vender produtos feitos por eles mesmos”.

A professora de Educação Financeira do 6º ao 9º ano, Rosana Aparecida, explica que os estudantes ficaram desconfiados quando souberam da disciplina. “No início, eles pensavam que se tratava de exatas, de matemática. Quando falamos dos 4 pilares da Metodologia DSOP, o comportamento deles mudou. Eles viram que podem realizar muitos sonhos. Inclusive, os hábitos deles mudaram, fazem pesquisas de preços, economizam nos gastos e levam isso para as famílias”, exaltou a professora. “Estou maravilhada não só pelos alunos, mas também pela minha vida também. Eu aplico a Metodologia e, depois que assisti ao Curso de Educação Financeira, mudei meus hábitos”.

Os alunos demonstram que gostam da disciplina e que já mudaram seus hábitos com os ensinamentos que tiveram. “Eu acredito que é extremamente útil. Estou aprendendo a importância de pensar no futuro, além de conhecer o mercado de trabalho, as profissões e a disciplina vem como um auxílio para não tomar decisões equivocadas”, opinou Érika Antoninho da Luz Oliveira, aluna do 9º ano. “Estou gostando muito, passa conceitos importantes, que servirão para a vida toda. Penso que o mais legal é a preparação para o futuro e para a realização dos sonhos”, complementou Jennifer Souza Santos, também do 9º ano.

O Colégio Encanto Juvenil é adotante do Programa DSOP de Educação Financeira desde 2010 e oferece a disciplina para os alunos do 2º ano do Ensino Fundamental I ao 9º ano do Ensino Fundamental II.

Por Pablo Ribera/ DSOP