Artigos

Como não ficar no vermelho no fim do ano

Fim de ano está chegando e o mercado se aquece com tantas pessoas fazendo suas compras de Natal. Por outro lado, muitas famílias acabam se endividando por não serem educadas financeiramente e, como consequência, gastam mais do que seu orçamento mensal permite.

Para que esse cenário não aconteça, vale a pena seguir algumas orientações:

– Antes de ir às compras, faça uma lista das pessoas que quer presentear esse ano;
– Se não estiver em condições de dar o que o parente ou amigo deseja, priorize aqueles mais próximos e, para os outros, dê uma lembrança. Não precisa gastar mais do que pode para mostrar que lembrou daquela pessoa;
– Caso não tenha dinheiro nem para presentear os mais próximos, explique a situação. O que importa nessa data é a celebração e a união;
– Se tiver irmãos, junte-se a eles e procure dar um presente coletivo aos pais. Assim, é possível comprar algo melhor e, ao mesmo tempo, gastar menos;
– Pesquise o produto que se quer comprar em, pelo menos, três lojas, tanto virtuais quanto físicas, pois o preço pode variar substancialmente;
– Economize procurando produto similar ao que você quer comprar. Muitas vezes, a funcionalidade é a mesma, mas o preço é bem diferente;
– Muitas pessoas já estão prorrogando suas compras para depois do Natal, pois, nessa época, as lojas costumam fazer grandes liquidações.

A ceia também é outro aspecto que pode ser repensado para gastar menos. Procure os amigos e parentes para organizá-la em conjunto, mas tente fazer com antecedência, pois, quanto mais próximo da data, mais caro fica. É importante também se atentar aos exageros comumente cometidos nessa época do ano. Quase sempre sobra muita comida e, muitas vezes, boa parte vai para o lixo.

Com relação à roupa, muitas pessoas acabam comprando uma nova para a ocasião. No entanto, vale a pena dar uma olhada no armário, pois podemos encontrar peças que não lembrávamos mais, ou ainda fazermos novas possibilidades de combinações, que se transformam quase em roupas novas.

Seguindo essas orientações, é bem provável que você consiga passar as festas de fim de ano com mais tranquilidade e, de quebra, não carrega dívidas para o ano que vem. Eduque-se financeiramente, por meio de palestras, cursos e livros, como o Terapia Financeira, da Editora DSOP), de minha autoria.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo