Investimentos
Tendência

O que é investimento de renda fixa?

Por: Fernanda Melo


A renda fixa é um investimento focado em proteger o capital e a renda. Normalmente inclui investimentos como títulos governamentais e corporativos, CDs e fundos do mercado monetário. A renda fixa pode oferecer um fluxo constante de renda com menos risco do que a renda variável.

Quais são os benefícios da renda fixa?

Os investimentos de renda fixa, podem oferecer muitos benefícios, incluindo:

Diversificação do risco do mercado de ações
A renda fixa é um investimento com risco menor do que as ações. Isso ocorre porque os ativos de renda fixa geralmente são menos sensíveis aos riscos macroeconômicos, como desacelerações econômicas e eventos geopolíticos.

Se você está procurando aumentar seus investimentos patrimoniais ao longo do tempo para poupar para a aposentadoria ou outros sonhos de longo prazo, a renda fixa pode potencialmente ajudar a compensar as perdas quando os mercados de ações oscilam.

Preservação de capital
Como a renda fixa geralmente apresenta menos risco, esses ativos podem ser uma boa escolha para investidores que têm menos tempo para recuperar perdas. No entanto, você deve estar ciente do risco de inflação, que pode fazer com que seus investimentos percam valor com o tempo.

Geração de renda
Os investimentos em renda fixa podem ajudar  a gerar uma fonte estável de renda. Os investidores recebem uma quantia fixa de renda em intervalos regulares na forma de pagamentos de cupons sobre seus títulos.

Retorno total
Alguns ativos de renda fixa oferecem o potencial de gerar retornos atraentes. Os investidores podem buscar retornos mais elevados assumindo mais risco de crédito ou risco de taxa de juros.

Quais são os riscos associados à renda fixa?

Existem quatro riscos principais associados à renda fixa:

Risco de taxa de juros
Quando as taxas de juros sobem, os preços dos títulos caem, o que significa que os títulos que você mantém perdem valor. Os movimentos das taxas de juros são a principal causa da volatilidade dos preços nos mercados de títulos.

Risco de inflação
A inflação é outra fonte de risco para os investidores em títulos. Títulos fornecem uma quantia fixa de renda em intervalos regulares. Mas se a taxa de inflação ultrapassar esse valor fixo de renda, o investidor perde o poder de compra.

Risco de crédito
Se você investe em títulos corporativos, assume o risco de crédito além do risco de taxa de juros. O risco de crédito (também conhecido como risco comercial ou risco financeiro) é a possibilidade de um emissor não cumprir sua obrigação de dívida. Se isso acontecer, o investidor pode não receber o valor total de seu investimento principal.

Risco de liquidez
O risco de liquidez é a chance de um investidor querer vender um ativo de renda fixa, mas não conseguir encontrar um comprador.

Você pode gerenciar esses riscos diversificando os investimentos em sua carteira de renda fixa.


Fernanda Melo
Social Media do time de Comunicação e Marketing DSOP

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo