Programas disponíveis na internet são boas ferramentas para quem deseja controlar as finanças. Há opções que avisam, por e-mail, sobre o vencimento de contas e outras que criam gráficos para se conhecer a evolução dos gastos.

Despesas, receitas, investimentos, contas a pagar, cartão de crédito, cheques. Muitos números para organizar? Programas e planilhas disponíveis na internet ajudam a colocar os gastos de forma mais ordenada e até permitem a criação de gráficos para aqueles que gostam de visualizar o orçamento de maneira diferente.

É possível encontrar diversas opções na rede, como programas para a inclusão de dados online com acesso de qualquer computador, sites que colocam à disposição downloads de planilhas no formato Excel e programas que precisam ser instalados na máquina e seu uso não depende de uma conexão com a internet.

Para quem é iniciante no assunto, o professor da Faculdade de Informática e Administração Paulista (Fiap), Marcos Crivelaro, aconselha o uso de planilhas mais simples, em Excel, que sugerem um maior detalhamento dos gastos. “Esse é um ponto positivo das planilhas porque lembram as pessoas de gastos eventuais e estimulam o preenchimento dos itens”, diz. Já quem sentir necessidade de uma maior sofisticação e inclusão de um maior número de itens pode recorrer aos programas com mais recursos.

Outro fator positivo apontado pelo professor de Economia da FGV, Evaldo Chaves, é a ajuda proporcionada pelas planilhas no planejamento da compra de bens de consumo duráveis. “O consumidor consegue visualizar onde e quando está gastando mais ou menos e pode se programar para uma compra futura e pagar à vista com desconto”, destaca.

Do Excel ao online

O médico Jeisson Simionato, 29 anos, sempre foi adepto das planilhas Excel, mas há quase um ano optou pelo Organizze, uma ferramenta online onde é possível incluir as receitas e despesas em qualquer computador com acesso a internet por meio de login e senha. “Às vezes não estou em casa e posso verificar meu fluxo de caixa. Posso ter acesso aos meus dados de qualquer lugar, por isso é muito interessante”, elogia.

Com a ajuda do programa, o médico consegue se planejar para separar uma determinada quantia para investir em renda fixa. A rentabilidade já tem destino certo: montar uma clínica especializada em cardiologia. Outro recurso usado por Simionato é o alerta por e-mail para não esquecer do pagamento das contas.

Apesar dos programas online garantirem a segurança dos dados, o professor da Fiap recomenda atenção. “É preciso ter certeza que a base de dados é segura, porque você vai colocar todas as suas informações lá. O usuário só deve acessar sites confiáveis”, alerta.

Já os programas disponíveis para download e instalação no computador podem até ser usados por pequenas empresas e têm mais recursos, como a inclusão de informações sobre os funcionários, fornecedores e clientes. Para quem é novato, a leitura do manual é recomendada.

No entanto, em alguns programas, como no caso do Finance Desktop e o Sr. Dinheiro (online), é preciso pagar por serviços adicionais. “Alguns programas têm um chamariz para contratação de serviços, por isso, o consumidor deve sempre ficar atento e avaliar a real necessidade do serviço oferecido”, ressalta Crivelaro.

Segundo Chaves, por muito tempo, de modo geral, as pessoas compravam e depois pensavam como pagar. “Isso é uma herança da hiperinflação” lembra. Hoje, ele acredita que começa a existir no Brasil uma forma diferente de encarar as despesas pessoais e fazer orçamentos ajuda no planejamento.

Online

www.srdinheiro.com.br
www.organizze.com.br

Planilha

www.maisdinheiro.com.br – entrar em Simuladores

www.dsop.com.br – Em Downloads

www.bmfbovespa.com.br – entrar em Educacional, depois vá em iniciantes, em seguida iniciantes do Mercado de Ações e por fim, Planilha de Orçamento Pessoal

Para instalação
Entrar em www.baixaki.com.br e pesquisar programas:

Finance Desktop

Contas Pessoais 2.13

Hábil Pessoa

 

Fonte: //www.jt.com.br/editorias/2010/05/03/eco-1.94.2.20100503.1.1.xml