Especialistas explicam como quitar as obrigações e iniciar o ano com o pé no azul

Se você está com contas atrasadas, talvez ainda dê tempo de começar 2011 com as finanças em dia.

Para os devedores, uma solução recomendada pelo professor de finanças da Fipe Francisco Carlos é trocar dívidas de linhas de crédito que cobram juros altos por outras mais baratas. Uma opção que ele mesmo experimentou foi trocar um empréstimo pessoal por um financiamento de automóvel (veja quadro ao lado).

“Quem está com dificuldade de pagar deve procurar o banco o quanto antes para uma renegociação”, disse Fábio Moraes, da Febraban (federação dos bancos), à revista Valor Investe.

Outra dica é transferir a dívida que possui junto a um banco para outra instituição que cobre taxas mais baratas.

A especialista Rosário Pujado sugere uma alternativa diferente, que, em suas palavras, é usada “desde a época de seus avós”: o penhor da Caixa Econômica Federal. Trata-se um empréstimo para quem tem joias ou outros objetos de valor.

Planilha de gastos

E, para não repetir o descontrole financeiro durante o próximo ano, a recomendação é fazer um planejamento disciplinado do orçamento.

Em primeiro lugar, deve-se seguir a regra número um dos consultores de finanças: elaborar uma planilha para controlar seus gastos.

Na tabela, devem constar todas as despesas, até mesmo os passeios, lanchinhos e gorjetas, diz o educador financeiro Reinaldo Domingos. Um exemplo de planilha pode ser conferido em www.mo neyfit.com.br/planilhamo neyfit.xls.

Para o economista Claudio Felisoni, a parcela da renda comprometida, principalmente com prestações muito longas, não deve exceder mais do que 30%. Segundo ele, as pessoas precisam se conscientizar de que é necessário fazer escolhas. “Quem já está comprometido com dívidas maiores precisa reduzir despesas pessoais, que não são fixas e menos essenciais”, disse.

Fonte: //www.destakjornal.com.br/readContent.aspx?eid=1350&id=15,82977

 

Ainda dá tempo! Com o livro Terapia Financeira, que você pode encontrar na Loja Virtual do Instituto DSOP de Educação Financeira é possível iniciar o ano mudando completamente o comportamento financeiro!