“Quanto tempo você sobreviveria se parasse de trabalhar agora?”.  Reinaldo Domingos lançou a pergunta para que a plateia pensasse na forma como poupa dinheiro. Ele lembrou que a geração Y gasta e investe de forma diferente, mas saber poupar para conseguir realizar os sonhos é importante para qualquer geração, em qualquer tempo e lugar do mundo. Alexandre Felício seguiu: “Educação financeira é uma questão de hábito, a gente devia aprender na escola, desde pequenininho”. Para ele “dinheiro não é para guardar, é para realizar sonhos”.

 

Paula Schurt lembrou que cada pessoa lida com dinheiro de forma diferente e isso influencia a forma como vai ganhar e gastar durante a vida. “É importante que a gente conheça nossas crenças em relação ao dinheiro para que a gente facilite a realização dos nossos sonhos”, destacou.

 

Gustavo Rueda, especialista em coaching, disse que as novas gerações não conseguem mais realizar seus sonhos com a mesma facilidade e isso se deve à falta de equilíbrio. “De que adianta ter dinheiro e não ter tempo para aproveitar?”, perguntou. Para ele, dinheiro e sucesso na carreira devem estar relacionados com qualidade de vida, até para que possamos continuar fazendo aquilo que nos faz feliz, mas não traz dinheiro.

 

Fonte://resultson.com.br/blog/futuro-rico-ou-futuro-pobre/