Todo mundo quer começar o ano novo com muito dinheiro no bolso. Contudo, para que o ano de 2012 seja um ano mais saudável financeiramente é preciso fazer as coisas de forma diferente. Segue abaixo algumas orientações que ajudarão você e sua família a ter um ano mais prospero e sustentável financeiramente, ou seja, um jeito novo de somar e subtrair o dinheiro que passa pela suas mão:

 

1. Reúna a família, inclusive as crianças, e converse sobre sonhos, desejos que queira realizar neste novo ano;

 

2. Saiba quanto custa cada sonho, é preciso pelo menos ter três sonhos (curto, até um ano; médio, até dez anos, e longo prazo, acima de dez anos), não se esqueça do quanto pretende guardar para cada sonho;

 

3. É importante registrar que o dinheiro para realizar os sonhos quase sempre está dentro da própria casa, pois, segundo pesquisas, uma família gasta em média de 20 à 30% do dinheiro em desperdícios e excessos, e isso nas despesas essenciais, como energia elétrica, até as despesas supérfluas;

 

4. Também é preciso que ter certeza para onde está indo cada centavo do dinheiro, para isso faça um diagnóstico financeiro, registrando tudo que se gasta por 30 dias e por tipo de despesas, inclusive os pequenos gastos como cafezinho, gorjetas, etc;

 

5. Pegue uma agenda com os 12 meses de 2012 e comece a registrar todos eventos que irão acontecer como aniversários, datas comemorativas como dia das mães, etc;

 

6. Também é preciso registrar na agenda as prestações que já foram contraídas mensalmente, exemplo: se tiver dez prestações no cartão de credito, deverá registrar nos dez meses cada prestação. Isso deverá ser feito com os carnês, crediários parcelados para pagamento em 2012;

 

7. Após registrar todos os compromissos e dívidas na agenda, é hora de também registrar o valor dos sonhos a ser guardado mensalmente, mesmo que o valor ainda não seja o ideal para realizá-los é imprescindível que se registre. Sonhos têm que vir em primeiro lugar;

 

8. O orçamento financeiro que constará na agenda mensalmente será o que se recebe de dinheiro líquido mensal, menos os valores dos sonhos, menos as dívidas já contraídas e o que sobrar deverá ser o dinheiro do padrão de vida ao qual a família deverá se adequar;

 

9. Caso o padrão de vida não seja adequado será preciso conversar com os familiares e tomar decisões de reduções nas despesas do dia a dia;

 

10. Priorizar os sonhos é o segredo para que uma família seja mais prospera e feliz. Primeiro paga-se contas e depois, se sobrar, poderemos fazer algo que gostamos, recomendo que primeiro guarde dinheiro para os desejos e sonhos da família e aí sim adéqua-se os gastos a verdadeira realidade evitando o desperdício;

 

11. É preciso tomar consciência que algumas facilidades de créditos não ajudam no orçamento, cada vez que se usa, se endivida, reduza o limite do cartão de crédito, é preciso que seja no máximo metade de seu ganho;

 

12. O cheque especial trata-se de uma linha de credito e não apenas um limite, assim, se possível não tenha. Se já estiver utilizando, procure o gerente de sua conta e troque por outra linha de credito com juros baixos e cancele o limite.

 

Por: Reinaldo Domingos, educador financeiro, presidente da DSOP Educação Financeira e Editora DSOP, é autor dos livros “Terapia Financeira”, “Livre-se das Dívidas”, “Ter Dinheiro Não Tem Segredo”, das coleções infantis “O Menino do Dinheiro” e “O Menino e o Dinheiro”, além da coleção didática de educação financeira para o Ensino Básico, adotada em diversas escolas do país.

FONTE: Portal Fator Brasil