Com os altos custos que envolvem um casamento, uma tendência vem ganhando espaço: festas em restaurantes.


Quem opta por essa alternativa desembolsa, em vários casos, apenas um valor fixo pelo que o convidado consome no estabelecimento, ficando livre dos gastos com aluguéis de espaço e mobiliário, cobrados à parte nos salões de festas.

Outro fator de economia é que esses locais comportam um número menor de pessoas, fazendo com que a lista de convidados seja reduzida, evitando, em muitas situações, o estouro do orçamento. Além disso, alguns restaurantes têm uma decoração especial, sem cobrar mais.

A cerimonialista Fernanda Vianna diz que muitas pessoas sonham com uma grande festa, mas desistem quando comparam os custos e o dinheiro disponível:

— As festas em restaurantes saem até 30% mais econômicas. A tendência de cerimônias menores tem até um nome: mini weddings (mini casamentos).

O educador financeiro Reinaldo Domingos considera essas celebrações uma opção econômica e inteligente.

— Mesmo sendo uma festa mais barata, o casal precisa avaliar se cabe no orçamento. Começar um casamento com dívidas não dá certo.

A produtora cultural Miçairi Ferreira, de 33 anos, se casou no restaurante Os Esquilos e acha que uma festa menor combina com seu perfil:

— Nós já morávamos juntos há três anos e estávamos cercados por pessoas que realmente nos amam.

A advogada Priscila Marsili, de 27 anos, vai se casar, em julho, no Bistrô Ouvidor, no Centro do Rio:

— Num salão, sairia mais caro e não seria tão prático.

Lucas Diaz, proprietário do restaurante, afirma que os casais procuram o local porque querem aliar economia ao bom gosto:

— Fora isso, é difícil achar um salão de festas adequado para casamento pequeno.

‘Compramos uma casa, e a opção pesa menos’

Deise Vilela

30 anos, economista

Eu e meu noivo, Samuel, chamamos 70 pessoas para a cerimônia, que será no próprio restaurante. Estamos comprando uma casa em Campo Grande, e isso pesa nas contas, pois é nossa prioridade. Queríamos ter nos casado antes, mas não deu. É difícil fazer uma lista com poucos convidados, mas são poucas as pessoas com quem realmente podemos contar, e elas não podem faltar num dia especial. Economizamos em algumas coisas, como o convite simples, que customizei.

Alguns endereços

Os Esquilos

O estabelecimento na Floresta da Tijuca cobra uma taxa fixa por convidado, não divulgada, além do aluguel do local. Mais informações: (21) 2492-2197.

Fogo de Chão

A churrascaria em Botafogo cobra a partir de R$ 103 por convidado, com bebidas e sobremesas à parte. Informações: (21) 2542-1545.

Bistrô Ouvidor

No Centro do Rio, o estabelecimento cobra a partir de R$ 89 por convidado, com coquetel, refeição principal, bebidas e sobremesas incluídas. Informações: (21) 2509-5883.

Jardineto

O gasto de cada convidado é de R$ 120 no restaurante em Vargem Grande. O pacote inclui coquetel, almoço com dois pratos principais, sobremesa e café. Mais informações: (21) 2428-1053.

Porcão

No Porcão Rio’s, que fica no Aterro do Flamengo, há pacotes para grupos em que os preços variam entre R$ 113,80 e R$ 183,70. Além do valor, a churrascaria cobra 10% de taxa de serviço. Informações pelo telefone (21) 3389-8989.

Pistache

Os preços por convidado saem a partir de R$ 88. O restaurante em Botafogo oferece preços promocionais para cerimônias realizadas de domingo a quinta-feira. Informações: (21) 2551-4139.

Fonte://oglobo.globo.com/economia/festa-de-casamento-em-restaurantes-garante-economia-para-noivos-8436300#ixzz2TvnIA1c2