Qual o número da sua independência financeira? Foi esta a pergunta que o consultor financeiro Reinaldo Domingos respondeu no livro Terapia Financeira, e que muitas pessoas nunca pararam para se questionar, e muitas vezes, criam o hábito de poupar, mas de forma desordenada, e outras acreditam que a previdência pública pode resolver esta questão. 


Ele desenvolveu uma fórmula que permite calcular com mais precisão qual o valor de sua aposentadoria.

“O INSS é uma ótima garantia, mas não representa uma aposentadoria satisfatória, principalmente pela redução drástica nos ganhos da família, em função de vários motivos. É preciso que paralelamente se tenha um planejamento que permita a manutenção do padrão de vida e possibilite viver com qualidade”, acredita Domingos.

Para o consultor, o indivíduo deve encontrar o número que se pretende atingir e a data desejada a se tornar independente, na qual ela passa a trabalhar somente por prazer, mantendo o padrão de vida.

De acordo com a fórmula desenvolvida por ele, que consiste em obter dados pessoais, como idade desejada e o ganho atual, a pessoa deve guardar mensalmente um número que proporcione um ganho mensal do dobro de seu padrão atual, e pode sacar apenas 50% destes juros mensais, guardando o restante como reserva acumulada.

A partir daí, caso queira, a pessoa trabalhará apenas por prazer, podendo aproveitar a vida sem se preocupar com os rendimentos. “Essa metodologia não é benéfica apenas para a pessoa que a aplica, mas também para toda a família, pois, mesmo no caso da morte de quem a aplica, o rendimento se manterá para os demais”, afirma.

Assim se multiplica a idade estimada para a aposentadoria com o ganho no último ano. Em seguida, deve-se multiplicar este número por 40%, obtendo o valor que deverá ter para aposentadoria, em uma aplicação com rendimento mensal com juros de 0,65% ao mês.

Nos casos em que as taxas de juros mensais praticadas no mercado forem menores de 0,5%, o percentual de 40% deverá ser aumentado. No site da editora do livro, os interessados encontram uma planilha para ajudar no controle. “Disponibilizei esta fórmula para atingir a missão de disseminar a educação financeira no Brasil e nada mais justo do que possibilitar às pessoas o acesso a essas informações”, finaliza o consultor.

Fonte://pernambuco.ig.com.br/noticias/2014/01/22/independencia-financeira-formula-pode-ajudar/