Uma boa viagem de férias começa bem antes de o turista botar pé na estrada. Em roteiros locais e curtos, dentro do Estado do Rio, é possível traçar um destino gastando R$ 400, em um bate volta de dois dias para Petrópolis, por exemplo, e mesmo na alta temporada quando os preços geralmente estão mais caros (confira abaixo algumas opções de viagem em julho).

Dicas de viagem em julho

Realize todos os seus sonhos de uma vez por todas! Participe do Curso DSOP de Educação Financeira e veja como é simples!

— O Rio é o estado perfeito pela diversidade. Temos serra, mar, turismo rural. Opções de lazer pertinho. Há cidades como Paraty, uma cidade histórica com gastronomia farta — observa a Cristina Fritsch, presidente da Associação Brasileira de Agências de Viagens do Rio (Abav-RJ).

Para economistas, o desafio é fazer uma programação que cabe no orçamento e que não irá implicar em novas dívidas.

— Por serem férias escolares, muitos pais tentam tirar alguns dias de descanso do trabalho para curtir a família. Mas o perigo está em gastar mais do que pode — afirma Reinaldo Domingos, presidente da Associação Brasileira de Educadores Financeiros (Abefin).

A dica é pesquisar pelo menos três opões de passagem e hospedagem para a viagem em julho, além de produzir um roteiro detalhado com previsão despesas com alimentação, passeios, estadia e o transporte.

— Uma dica é dividir todo o dinheiro pelo número de dias viajando. Assim, você estabelece uma média de gastos por dia. Se ultrapassá-la em um dia, tente gastar menos no seguinte — explica Thiago Alvarez, diretor do GuiaBolso

A tradutora Andrea Aguiar, de 50 anos, descobriu uma forma de não gastar mais com hospedagem. Há dez anos, ela usa o aplicativo Belocal, em que pessoas trocam suas moradias por tempo determinado.

— Não gasto mais com hotel — comemora.

‘Day-use’: todas as vantagens e sem diária

Se o dinheiro está curto para a viagem em julho, uma opção pode ser o chamado “day use“. O sistema que permite que o turista aproveite a estrutura e os serviços de um hotel, spa ou pousada durante o dia (em geral, das 9h às 18h). Por valor mais baixo que o de uma diária.

Em alguns destinos a até duas horas do Rio, é possível desfrutar dos atrativos indo e voltando no mesmo dia. Mas o day use também pode ser opção para quem está passando temporada fora de casa e quer mudar um pouco a programação do dia a dia. No Estado do Rio há opções de cenários como os da Costa Verde, Serra Fluminense, Vale do Café e Região dos Lagos.

Para as famílias que estão viajando com crianças há opções no Vale do Café como em Valença, por exemplo. Em Vassouras, quem optar pelo day use do Vassouras Eco Resort (vassourasecoresort.com.br) terá acesso às quadras poliesportivas e a atividades como stand up paddle no lago, tirolesa e paintball. O serviço custa R$ 200 (das 9h às 17h), com café da manhã e almoço incluídos. Crianças até 5 anos não pagam, e de R$ 125, de 6 a 12 anos.

Fonte: //goo.gl/62zc3P