Artigos

Sociedade consciente é sociedade educada financeiramente

Incluir as crianças nas conversas sobre finanças é de extrema importância, uma vez que, quando todos estão cientes da situação, seguem para o mesmo caminho e realizam mais sonhos, sejam ele individuais ou coletivos. No entanto, para muitos pais, educar financeiramente os filhos é difícil ou até impossível.

Muitas vezes, a tarefa é complicada porque os próprios adultos não possuem o conhecimento sobre o assunto, sendo necessário, primeiramente, buscar essas informações, por meio de cursos, livros e palestras de profissionais qualificados. A partir daí, é só aplicar os ensinamentos no dia-a-dia, para dar o exemplo aos pequenos.

A leitura de obras que abordem o tema, voltadas especialmente para crianças, também auxilia muito nesse processo de mudança de comportamento com relação ao uso do dinheiro. Um exemplo são as coleções O Menino do Dinheiro eO Menino e o Dinheiro (Editora DSOP), que, com linguagem apropriada e lúdica, ensina os pequenos a poupar, sempre tendo como foco a realização dos sonhos.

Mesmo tendo essas ferramentas a seu favor, quem possui filhos, também pode contar com a colaboração de algumas escolas, que, nos últimos anos têm se preocupado em formar uma geração mais consciente, por meio da adoção um programa de Educação Financeira, beneficiando pais, alunos, professores e a comunidade no geral.

Segundo pesquisa divulgada pelo diário norteamericano Journal of Public Economics, as consequências de as crianças serem educados financeiramente são inegáveis. Apesar de já sabermos dos reflexos positivos, o resultado em números ajuda na conscientização: os estudantes que foram educados financeiramente nos colégios, quando alcançam a fase adultam, tendem a poupar 1,5 vez mais do que os alunos que não tiveram a mesma oportunidade.

Isso quer dizer que, se os pequenos forem ensinados dentro de casa, o efeito dos programas de educação financeira pode ter sua potencialidade duplicada. Isso prova que é possível construir uma sociedade mais sustentável financeiramente, basta dar prioridade para esse assunto.

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo