Jovens endividados: por que começam tão cedo?

PorReinaldo Domingos

Um estudo bem amplo, divulgado no ano passado pela Serasa Experian, traçou um mapa da inadimplência no Brasil. Um dado que realmente chamou a atenção é que 28,1% dos jovens entre 18 e 25 anos não conseguem pagar suas dívidas em dia. Nessa faixa etária, estão aqueles que têm dado os primeiros passos na vida profissional e, para a nossa surpresa, já estão sem controle algum de suas finanças.

Educar financeiramente as crianças ajuda a economizar nas compras de fim de ano

PorReinaldo Domingos

A população no geral não foi educada financeiramente e, por isso, os índices de endividamento e até inadimplência continuam altos. Para mudar essa situação em longo prazo, o foco deve ser implantar programas de educação financeira nas escolas, construindo uma geração mais consciente no futuro. Mas é possível começar agora uma mudança de comportamento dentro de casa, evitando gastos excessivos nesse fim de ano.

Dia dos Avós: duas gerações unidas pela educação financeira

PorReinaldo Domingos

Todo o conhecimento e a experiência de vida que os avós adquiriram ao longo de anos servem de ensinamento para as gerações mais novas, especialmente para os netos. E um dos assuntos que eles podem – e devem – contribuir para a formação de uma população mais consciente e sustentável é sobre a administração dos recursos financeiros.

Jovens e dinheiro: uma relação necessária

PorReinaldo Domingos

Segundo dados da Serasa Experian, 28,1% dos jovens entre 18 e 25 anos estão inadimplentes. Isso quer dizer que pessoas que acabaram de entrar no mercado de trabalho ou que estão há poucos anos em uma profissão já gastam mais do que podem e acabam não conseguindo honrar com seus compromissos. Isso mostra a grande importância e urgência do ensino da educação financeira para toda a população.