Motivação muito além do dinheiro

PorReinaldo Domingos

Um argumento que geralmente ouço nas empresas quando falo sobre motivação e educação financeira é que estar motivado é ter dinheiro no bolso. Ou ainda, quando se recebe um elogio, logo se escuta a famosa frase: “a minha parte eu quero em dinheiro”. De certa maneira, entendo e concordo, pois, se trabalhamos, devemos receber por isso de forma apropriada e também deve haver o reconhecimento financeiro. Todavia, esse entendimento deve ser melhor trabalhado.

Combatendo o analfabetismo financeiro

Por

Hoje a taxa de endividamento no país atinge índices absurdos, e os dados que nos passam se referem apenas às dividas que são possíveis mensurar (crediários, bancos, cartão de crédito, financeiras, governos…). Mas, esse número aumenta muito se pensarmos que existem ainda as pessoas que devem para amigos, colegas e parentes, sem contar os agiotas.