Notícias para você

Vício: Comprar

A oniomania é um distúrbio psiquiátrico, que consiste no vício de gastar dinheiro, portanto, cuidado!
A verdade é que é difícil separar o ato normal de comprar do que caracteriza a dependência e em casos mais graves, a pessoa pode pagar por coisas que sequer vai usar, simplesmente pela satisfação que vem com a compra.

No entanto, exagerar nas compras uma vez ou outra é normal. O problema é quando o comportamento se repete muitas vezes, gerando uma vontade intensa difícil de resistir.
Essa compulsão é, normalmente, precedida de estresse e seguida de um sentimento ruim, de culpa. Além disso, vale ficar ligado, pois o ato de comprar compulsivamente gera dívidas, já que, infelizmente, cartão de crédito não é um cartão mágico: o dinheiro vai embora do mesmo jeito.

Atenção também ao sintoma de esconder as novas aquisições, tentando evitar que pais ou maridos não saibam das compras Sobre a oniomania Ela começa a mostrar seus sintomas por volta dos 18 anos e a genética pode influenciar no desenvolvimento do problema.

O terapeuta Reinaldo Domingos criou até um site: http://www.terapiafinanceira.com.br/ e afirma que, entre as pessoas que buscam sua ajuda para tratar de compulsão, 80% são do sexo feminino. Já viu o filme “Delírios de Consumo de Becky Bloom”?
Pois é, além de engraçado, o filme retrata uma perfeita consumidora compulsiva e, assim como no longa, o tratamento é feito a partir de terapias em grupo. A idéia é fazer com que a pessoa descubra o que desencadeia essa compulsão e aprenda a controlá-la, neutralizando o problema.

Os sintomas:

1) A pessoa que sofre de oniomania tem vontade constante de comprar;
2) Não resiste a uma promoção;
3) Não consegue sair para um passeio sem voltar com sacolas nas mãos Usa as compras como maneira de lidar com as emoções;
4) Mente sobre o que adquiriu e sobre quanto gastou e esconde o que comprou;
5) Gasta mais do que pode; Deixa de pagar contar importantes para poder fazer suas comprinhas;
6) Depois de comprar, se sente culpada;
7) Se passa um tempo sem adquirir nada, sente aquela coceirinha – fica inquieta, irritada, pensando em comprar;
8) Compra alguma coisa mesmo desconfiando que não vai usar depois; Sabe a diferença entre dinheiro e crédito, mas age como se fossem a mesma coisa 9) Se passa um tempo sem adquirir nada, sente aquela coceirinha – fica inquieta, irritada, pensando em comprar;
10) Compra alguma coisa mesmo desconfiando que não vai usar depois;
11) Sabe a diferença entre dinheiro e crédito, mas age como se fossem a mesma coisa.

http://www.filhasdapuc.com/2009/10/vicio-comprar.html

Terminar com o namorado, perder o emprego, não saber que roupa usar na festa do fim de semana, falta do que fazer, estresse… São tantos os motivos que levam a uma simples solução: uma tarde de compras. Mas e quando as sacolas se tornam sinônimo de problema?

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos relacionados

Botão Voltar ao topo